Meteorologia

  • 27 OUTUBRO 2021
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Imobiliário Construção "Alta procura na construção" faz dis...

"Alta procura na construção" faz disparar as vendas da Brico Depôt

A empresa Brico Depôt Iberia anunciou que as vendas na Península Ibérica subiram cerca de 45,5%, no primeiro semestre de 2021, tendo alcançado os 228 milhões de euros com uma forte procura nas categorias de construção e carpintaria, superfícies, decoração e exteriores.

"Alta procura na construção" faz disparar as vendas da Brico Depôt

O grupo Kingfisher, empresa que detém a Brico Depôt Iberia, registou um aumento de 61% dos seus lucros, no primeiro semestre deste ano. De acordo com o jornal Construir, que adianta com a informação, o grupo obteve um lucro de 669 milhões de libras (aproximadamente 780 milhões de euros), durante a primeira metade de 2021. Na Península Ibérica, as vendas aumentaram 45,5% para 198 milhões de libras (cerca de 228 milhões de euros), com um incremento de 13% das vendas face a 2019.

Uma subida que a empresa de bricolagem justifica com a alta procura no setor. “Isto reflete uma forte procura, especialmente nas categorias de construção e carpintaria, superfícies e decoração e exteriores, assim como uma recuperação da atividade, após os encerramentos temporários das lojas em Espanha e Portugal devido à pandemia”, refere o grupo em comunicado.

Como consequência, o lucro de retalho aumentou de 1 milhão de libras para 11 milhões (de 1,16 milhões de euros para 12,8 milhões), o que reflete um crescimento do lucro bruto em 34% dos custos operacionais, escreve o jornal, citando a empresa.

De acordo com a Brico Depôt Iberia, "este aumento deve-se em grande parte a custos mais elevados associados a uma forte atividade comercial e ao facto do primeiro semestre ter beneficiado das medidas temporárias de redução de custos relacionados com a Covid-19 e da redução salarial do Governo.”

Faz ainda notar o mesmo comunicado que para o segundo semestre do ano, a empresa estima manter-se em alta, desde que “não existam alterações adversas nas medidas de confinamento relacionadas com a Covid-19." 

Leia Também: Maior estrutura de madeira do mundo será construída na Suécia

Campo obrigatório