Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 26º

Edição

Lar Eficiência energética Energia dos edifícios: Atingir objet...

Energia dos edifícios: Atingir objetivos? Só renovando o parque edificado

Para o presidente da ADENE, Nélson Lage, de forma a alcançar as metas definidas pelo Governo para o setor no âmbito do PRR e da ELPRE, "é fundamental renovar o parque edificado", e "com a bazuca europeia temos uma grande oportunidade para investir a sério nos próximos cinco anos."

Energia dos edifícios: Atingir objetivos? Só renovando o parque edificado
Notícias ao Minuto

14:35 - 29/07/21 por Notícias ao Minuto 

Casa Energia dos edificios

No que concerne às metas definidas pelo Governo para o setor no âmbito do PRR e da ELPRE (Estratégia de Longo Prazo para a Renovação de Edifícios), o presidente da ADENE, Nélson Lage, explica que "todas as políticas, estratégias e programas vão trabalhar em conjunto" em prol da descarbonização e da maior eficiência no consumo de recursos naturais, mas também para mitigar a pobreza energética do parque edificado português.

De forma a atingir os objetivos propostos para os próximos 30 anos, "é fundamental renovar o parque edificado", revela Nélson Lage. E "com a bazuca europeia temos uma grande oportunidade para investir a sério nos próximos cinco anos." Por exemplo, entre as subvenções e linhas de crédito, "só a ELPRE tem previsto um investimento global de 7.671 milhões de euros até 2040 para reduzir a pobreza energética dos edifícios, o que de grosso modo, representa mais de 250 milhões de euros por ano para este fim", adverte o presidente da Agência para a Energia.

Segundo a Associação Portuguesa de Promotores e Investidores Imobiliários (APPII), Nélson Lage, falava durante o 34.º Executive Breakfast da associação, numa sessão sobre 'A importância da reabilitação e da eficiência energética dos edifícios no âmbito do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência'.

"Todo este investimento na renovação do parque edificado ao longo dos próximos 30 anos terá certamente efeitos muito positivos e que esperamos que se prolonguem por mais outros 30 anos. No entanto, "temos, sim, que ir avaliando o feedback do setor à medida que vamos anunciando e implementando estas medidas", garantiu o responsável.

"A eficiência energética já está definitivamente no centro da ação política" e, como tal, é um elemento central no pacote de ações preconizado pelo Governo no PRR, revela ainda Nélson Lage. Mas, a verdade é que "o tema nunca esteve tanto na ordem do dia junto da opinião pública como agora, pois o próprio consumidor final está mais consciente" do impacto ambiental das suas escolhas e ações, e da urgência da descarbonização, refere a APPII.

Ainda assim, "há um novo paradigma" que começa a ganhar corpo, afirma Nélson Lage, garantindo que "o futuro do imobiliário terá de passar necessariamente pela maior utilização de materiais e práticas mais sustentáveis", sustentou o presidente da Agência para a Energia.

Leia Também: ADENE esclarece a nova legislação do desempenho energético dos edifícios

Campo obrigatório