Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2021
Tempo
22º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Finanças Crédito à habitação Como fazer um empréstimo com garanti...

Como fazer um empréstimo com garantia de imóvel em Portugal?

Existem garantias solicitadas ao cliente pelos bancos aquando do pedido de crédito à habitação. Podem variar de instituição para instituição mas quase todas apenas concedem empréstimo com garantia de imóvel. Fique a par.

Como fazer um empréstimo com garantia de imóvel em Portugal?

Um empréstimo com garantia de imóvel é um tipo de crédito hipotecário no qual o devedor coloca um imóvel como garantia de pagamento. De acordo com o ComparaJá, a instituição financeira solicita que o cliente  coloque a habitação que está adquirir como garantia, ficando a mesma hipotecada ao banco até ao término do prazo do empréstimo.

Segundo a plataforma, esta é uma forma da instituição credora se salvaguardar, ficando-lhe reservado o direito de ficar com o bem hipotecado face a eventual incumprimento por parte do devedor.

Note que o mesmo acontece com empréstimos para a aquisição de terreno para construção ou para realização de obras em casa.

No entanto, a garantia imóvel pode ser atribuída a outro imóvel que não o correspondente ao crédito da casa, revela o ComparaJá. A única condição é que este seja livre de encargos ou outras hipotecas, salienta.

Mas como fazer um empréstimo com garantia de imóvel em Portugal?

De acordo com o ComparaJá, para fazer um empréstimo com garantia de imóvel em Portugal a instituição financeira exige a apresentação da documentação, respeitando os requisitos estabelecidos.

Análise e aprovação

  • Documento de identificação (de todos os titulares): Cartão de Cidadão;
  • Última Declaração de IRS e respetiva Nota de Liquidação;
  • Declaração de vínculo contratual (emitida pela entidade patronal);
  • Recibos de vencimento dos últimos três meses ou recibos verdes dos últimos seis
  • meses (conforme o que seja aplicável);
  • Extratos bancários dos últimos três meses;
  • Comprovativo de IBAN.

Avaliação da casa

  • Caderneta Predial;
  • Certidão de Teor;
  • Planta do imóvel.

Quando chega a hora de escolher um crédito hipotecário, saiba que todas as instituições financeiras são obrigadas por lei a fornecer as informações inerentes ao crédito hipotecário disponíveis na FINE (Ficha de Informação Normalizada Europeia), faz notar a plataforma.

Mas para efetuar as comparações deve garantir que todas as propostas apresentam o mesmo prazo, montante e LTV, bem como o mesmo tipo de taxa (variável ou fixa). Só desta forma poderá depois aferir quais as propostas mais vantajosas, olhando para tal à TAEG e MTIC, alerta o ComparaJá.

Conforme a legislação europeia, a entidade financeira é ainda obrigada a dar ao cliente um prazo mínimo de sete dias para avaliar as condições do empréstimo com garantia imóvel em que tem interesse em contratar. Assim, terá tempo de decidir qual é o mais adequado para si.

Leia Também: Crédito à habitação cresceu 4,7% em 2020

Campo obrigatório