Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Imobiliário Habitação 'Matosinhos: Casa Acessível' disponi...

'Matosinhos: Casa Acessível' disponibiliza mais habitação no concelho

A MatosinhosHabit vai formalizar um contrato de arrendamento habitacional para subarrendamento de imóveis. Este acordo vai permitir a edificação e disponibilização de 140 novos apartamentos de tipologia T1 a T3, em regime de renda acessível.

'Matosinhos: Casa Acessível' disponibiliza mais habitação no concelho

Ao abrigo do programa 'Matosinhos: Casa Acessível', a MatosinhosHabit vai formalizar, em breve, um contrato de arrendamento habitacional para subarrendamento de imóveis. De acordo com o comunicado enviado ao Notícias ao Minuto, este acordo vai permitir a edificação e disponibilização de 140 novos apartamentos, em regime de renda acessível.

Segundo a mesma nota, tendo em conta a implementação de novas políticas de habitação e a premissa de dotar o concelho de Matosinhos, No âmbito da operacionalização da Estratégia Local de Habitação, a MatosinhosHabit e a Câmara Municipal de Matosinhos acabam de dar mais um passo para esta concretização.

"A celebração de um acordo de arrendamento habitacional com a empresa portuguesa GHF, responsável pela construção e promoção imobiliária, que vai possibilitar a construção de 140 apartamentos em regime de renda cessível", lê-se no documento.

"A concretização deste novo contrato vai permitir progredir na meta definida pelo município, de 500 contratos de arrendamento acessível até 2025", começa por revelar Tiago Maia, administrador da MatosinhosHabit. "

"Este acordo prevê a concretização de 28% desse objetivo. Estamos também a responder de forma objetiva às necessidades habitacionais identificadas na Estratégia Local de Habitação de Matosinhos", acrescenta.

Em comunicado, com um investimento de 16,5 milhões de euros, o empreendimento, localizado em São Mamede de Infesta, será composto por três blocos e englobará apartamentos de tipologia T1 a T3. A localização deste projeto também contribuirá para o aumento da oferta de habitação, numa freguesia onde a inflação imobiliária tem prejudicado a garantia de habitações a preços acessíveis.

A construção irá iniciar-se no final do corrente ano, estando a sua conclusão prevista até final do segundo trimestre de 2023, faz ainda notar a mesma nota.

Leia Também: Sintra vai investir cerca de 23 mil euros na reabilitação de dois imóveis

Campo obrigatório