Meteorologia

  • 03 AGOSTO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Imobiliário Habitação DOMNI lança app de segurança domésti...

DOMNI lança app de segurança doméstica dado o aumento de roubos no país

Em causa, está a subida de furtos que ocorrem todos os dias em Portugal. Com este sistema inovador conseguirá ver tudo o que acontece em casa ou no escritório, desde qualquer parte do mundo.

DOMNI lança app de segurança doméstica dado o aumento de roubos no país

A DOMNI acaba de lançar um sistema inovador centrado no controlo remoto por smartphone, ou seja, uma app, que permitirá ver tudo o que acontece em casa ou no escritório, desde qualquer parte do mundo.

Em causa, está o aumento de roubos que ocorrem todos os dias em Portugal. De acordo com o comunicado enviado aos jornalistas, verificou-se uma média de 25 furtos em residências no país, com arrombamento, escalamento ou chaves falsas.

E os roubos em casas particulares e empresas agravam-se exponencialmente durante os meses de verão, sobretudo devido às ausências prolongadas dos habituais ocupantes, em férias, segundo a mesma nota.

"Não obstante a todas as potencialidades atuais dos sistemas de segurança inteligente e smart living, os números são preocupantes, mas os efeitos colaterais do atual contexto pandémico que estão a funcionar como uma importante alavanca nos mercados nacionais de proteção residencial digitalmente conectada e smart living", afirma Ricardo Jardim, CEO da DOMNI, citado em comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.

Assim, em resposta às "pessoas que estão a começar cada vez mais a aperceber-se que os dispositivos inteligentes podem de facto melhorar e otimizar as suas vidas e lares (tanto na esfera pessoal como profissional)", segundo o responsável, a DOMNI criou uma tecnologia assenta na mesma encriptação de dados que inúmeros home banking e instituições militares internacionais usam. Pode mesmo conectar mais de 300 dispositivos de proteção e conforto, lê-se no documento.

Segundo a mesma nota, a DOMNI possibilita ver tudo o que acontece em casa ou no escritório, desde qualquer parte do mundo; (des)armar o alarme a milhares de quilómetros de distância; abrir portas remotamente; visualizar em tempo real imagens do local em videovigilância; controlar as entradas e saídas do espaço; conhecer o estado de detetores de fumo e inundação; entre outras funcionalistas.

Um mercado de 1,4 mil milhões de dispositivos em 2025

Segundo revela o comunicado, os mercados de dispositivos inteligentes para a casa e de segurança conectada estão em rápido crescimento na Europa e no mundo. Ao ponto de especialistas estimarem um incremento médio anual de quase 12%, isto é, um volume de 135,3 mil milhões de dólares de casas inteligentes, até 2025.

De resto, haverá agora na Europa cerca de 51,4 milhões de casas inteligentes, número que quase duplicará nos próximos anos, de acordo com alguns relatórios recentes.

Segundo a IDC, por exemplo, venderam-se no mundo 801,5 milhões de aparelhos de smart home, no ano passado, e a tendência é de subida, prevendo-se 1,4 mil milhões de dispositivos daqui a quatro anos, pode-se ler no documento.

Leia Também: Sete anos de prisão para suspeito de vários assaltos em Águeda

Campo obrigatório