Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º
Imobiliário Escritórios Sustentabilidade é cada vez mais imp...

Sustentabilidade é cada vez mais importante nos escritórios, diz Savills

A implementação de sistemas inteligentes de gestão de gastos energéticos e a transformação de espaços de escritórios, pesam cada vez mais na decisão dos investidores. Assim, a Savills torna a sustentabilidade uma prioridade.

Sustentabilidade é cada vez mais importante nos escritórios, diz Savills

A sustentabilidade é atualmente um elemento que não é exclusivo do discurso ambientalista, mas que cada vez mais faz parte do mercado imobiliário. De acordo com a Savills, consultora imobiliária internacional, a implementação de sistemas inteligentes de gestão de gastos energéticos, a crescente sinergia entre as vertentes utilitária e de bem-estar e a transformação de espaços de escritórios, pesam cada vez mais na decisão dos investidores, como formas de aumentar o bem-estar dos seus colaboradores, de atrair e reter talento e clientes e de promover uma atmosfera de produtividade aliada à criatividade.

Segundo o estudo 'Portugal no Radar dos Business Service Centres (BSC): a Atratividade do Mercado Imobiliário, Edição 2021', divulgado esta quarta-feira pela Savills e enviado ao Notícias ao Minuto, o investimento da certificação de sustentabilidade dos edifícios permite, entre outras vantagens, reduzir custos operacionais e acrescentar valor ao imóvel. Assim, a própria consultora imobiliária torna a sustentabilidade uma prioridade.

"Também a sustentabilidade tem estado na nossa lista de prioridades, tendo já um portefólio relevante de instalações por nós realizadas que contribuem para uma melhoria das condições técnicas que reduzem a pegada ecológica”, revela Patrícia de Melo e Liz, CEO da Savills Portugal.

Em matéria de sustentabilidade, a Savills já conquistou um lugar na linha da frente nesta tendência em Portugal, tendo sido a primeira empresa no país a ter dois arquitetos acreditados com os certificados BREEAM AP e WELL AP, lê-se no documento.

“A Savills acompanhou de perto a evolução dos centros de serviços partilhados, não só na assessoria a transações de espaços para esse efeito, desde há vários anos a esta parte, como na realização de projetos de interiores para este segmento”, faz ainda notar Patrícia de Melo e Liz.

Salienta ainda o mesmo comunicado, este ano, a consultora imobiliária internacional tornou-se também membro e subscreveu a Carta de Princípios do BCSD Portugal – Empresas para a Sustentabilidade e juntou-se a outras 119 empresas no Pacto de Mobilidade Empresarial para a cidade de Lisboa, contribuindo para uma mobilidade mais sustentável na capital do país.

É imperativo que não abrandemos a aposta, que cada vez mais se vai fazendo sentir, na transformação dos nossos edifícios, em imóveis mais sustentáveis, mais agradáveis para os seus utilizadores e mais flexíveis para que um maior número de pessoas de diferentes áreas de negócio e modus operandi, os possam utilizar”, sublinha a representante da Savills Portugal.

Leia Também: Imobiliária Verdelago avalia novo projeto no Algarve em 270 milhões

Campo obrigatório