Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Imobiliário Lojas Leroy Merlin responde à procura e ab...

Leroy Merlin responde à procura e abre dois novos centros de logística

O crescimento do mercado de construção, bricolage e jardins aumentou as operações de gestão de entregas ao domicílio. Assim, para fazer face a esta procura, a Leroy Merlin acaba de inaugurar dois novos espaços de logística em Palmela e Oliveira do Bairro.

Leroy Merlin responde à procura e abre dois novos centros de logística

Com o crescimento do mercado de construção, bricolage e jardins e o aumento da necessidade de cadeias de distribuição ágeis, resilientes e digitais, a Leroy Merlin abriu dois novos espaços de logística em Palmela e Oliveira do Bairro. De acordo com o comunicado enviado às redações, a crescente expectativa dos clientes quanto ao cumprimento de prazos e à disponibilidade de stock foi outro motivo que também veio reforçar a necessidade de uma maior eficácia nas operações de Supply Chain.

Segundo a mesma nota, a Leroy Merlin tem tido um crescimento contínuo nas operações de gestão de entregas ao domicílio, ao longo dos últimos três anos. Esta subida foi de 304%.

É neste contexto que surgem dois novos espaços ligados à logística: o Centro de Distribuição Regional Margem Sul, em Palmela, e o Armazém Centralizado de Cerâmica, em Oliveira do Bairro.

“Estas aberturas são fruto de um projeto de reposicionamento das plataformas regionais da Marca e da necessidade que a LEROY MERLIN sente de estar mais próxima dos seus clientes e de agilizar os processos em loja e o fluxo de stocks", explica José Miranda, Diretor de Operações de Supply Chain da LEROY MERLIN em Portugal.

"Com este projeto piloto do Centro de Distribuição Regional Margem Sul, a LEROY MERLIN quer avançar rumo à criação de uma infraestrutura de plataformas que responda às necessidades de apoio às lojas, ao mesmo tempo que retira das lojas tarefas logísticas que não acrescentam valor, libertando-as para a preparação dos Pedidos Cliente e outras funções de valor acrescentado”, sustenta o responsável.

Com cerca de 6.500 m2 divididos entre cerca de 3.000 m2 de placa operacional e os restantes para uma zona de armazenamento em altura, o novo Centro de Distribuição Regional Margem Sul situado em Palmela tem três naves logísticas, oito cais desnivelados de cargas e descargas e uma capacidade de armazenamento de 3.700 paletes em rack.

Em comunicado, a estrutura vai servir as lojas de Almada, Setúbal, Barreiro, Montijo e Évora. O novo Centro de Distribuição Regional Margem Sul é igualmente uma localização de fácil acesso para os clientes, que vai servir como Plataforma Regional Piloto para experimentação, testagem e implementação de novas ferramentas informáticas, novas metodologias de gestão operacional e competência.

Por seu lado, o Armazém Centralizado de Cerâmica, situado em Oliveira do Bairro, tem 3.000 metros quadrados e está inserido numa estratégia de gestão de políticas de stock. Este espaço visa dar resposta a variáveis inerentes a esta tipologia de artigos, como o espaço, a gestão dos lotes e as quebras possíveis em stock.

O objetivo da Leroy Merlin é criar uma promessa diferenciadora e única no mercado, capaz de fazer entregas a nível nacional em 48h, quer em loja, quer ao domicílio do cliente, lê-se no documento.

Leia Também: Leroy Merlin está a recrutar. Há mais de 240 vagas em todo o país

Campo obrigatório