Meteorologia

  • 18 JUNHO 2021
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Imobiliário Arrendamento Residências de estudantes com alta p...

Residências de estudantes com alta procura mas falta de reservas

Segundo dados da empresa britânica StuRent, o número de consultas a residências universitárias aumentou em relação ao ano passado, mas as reservas não dispararam.

Residências de estudantes com alta procura mas falta de reservas

A procura por habitação para estudantes internacionais continua a ser pressionada pela Covid-19, e as reservas em residências e quartos ainda não atingem os níveis observados antes da pandemia da Covid-19, refere o Ejeprime, jornal espanhol especializado no setor imobiliário.

São estas as conclusão da empresa britânica de arrendamento de residenciais para estudantes StuRent, coletados pela Property Week, após o cruzamento de dados deste mês com o passado.

Segundo esses dados, a procura por residências de estudantes aumentou apenas 15% em abril, quando comparada com o mesmo mês de 2020, momento em que grande parte dos países estavam em confinamento estrito, note-se.

Ainda assim, assistiu-se a um crescimento da procura no período de outubro de 2020 a abril deste ano, quando o número de consultas para arrendamento de quarto caiu 21% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Nos últimos meses, ainda que a atividade tenha recuperado com uma subida de 56% em março em relação a fevereiro, continuou-se a registar quedas no número de reservas, sustenta o Ejeprime.

A empresa Sturent destaca ainda que o aspeto mais problemático continua a ser a mobilidade internacional, e que muitas universidades ainda não confirmaram se irão exercer a sua atividade presencialmente no próximo mês de setembro.

Leia Também: Universidade do Algarve vai rastrear estudantes que vivem em residências

Campo obrigatório