Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 19º MÁX 27º
Lar Eficiência energética Fatura da eletricidade: Conheça a po...

Fatura da eletricidade: Conheça a potência contratada e para que serve

Se já viu o quadro elétrico desligar-se enquanto estava a usar vários eletrodomésticos em simultâneo pode ter de vir a aumentar a sua potência contratada para impedir que isso não volte a acontecer.

Fatura da eletricidade: Conheça a potência contratada e para que serve

Já alguma vez lhe aconteceu estar em casa e o quadro elétrico desligar-se talvez por ter vários eletrodomésticos a trabalhar ao mesmo tempo? Saiba que pode ter de vir a aumentar a sua potência. Por outro lado, é possível ter contratado uma potência maior do que necessita. O Doutor Finanças explica.

A potência contratada define o máximo de eletricidade que uma casa pode receber e determina, deste modo, o consumo energético que esta pode ter em simultâneo. 

Quando o quadro elétrico dispara, o consumo registado naquele período foi superior à potência contratada, note-se. E saber qual a potência que deve contratar varia de acordo com o seu consumo.

Deverá ter ainda em conta fatores como o tamanho da casa, número de pessoas que lá vivem, e eficiência energética dos eletrodomésticos. E ao analisar corretamente a sua fatura da eletricidade poderá até mesmo poupar na mensalidade, salienta o Doutor Finanças.

Como consultá-la?

Pode consultar a potência que contratou em qualquer fatura da eletricidade. Esta é expressa em kVA.

Por norma, o comercializador de eletricidade recomenda a potência contratada ao cliente, mas este pode alterá-la como achar melhor.

Sublinhe-se que uma potência demasiado baixa pode significar que o quadro está sempre a disparar, e isto pode danificar os seus eletrodomésticos. Por outro lado, se a potência for demasiado alta está a pagar mais do que necessário.

A potência contratada pode ser alterada?

Esta não tem influência sobre a parte variável da fatura da eletricidade, os consumos. Logo, paga de acordo com aquilo que consome. Quanto maior a potência, maior será o valor fixo a pagar por mês. A alteração da potência, não tem custos associados.

Explica o Doutor Finanças que o objetivo será, então, contratar a potência mais baixa possível para pagar menos na fatura da eletricidade, sem sacrificar qualidade de vida. O valor a pagar pela potência contratada varia de comercializador para comercializador, tal como o consumo.

Leia Também: Faturas aumentaram? Eis como poupar na conta da luz e da água

Campo obrigatório