Meteorologia

  • 11 MAIO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 19º

Edição

Imobiliário Habitação Câmara de Proença-a-Nova distribui c...

Câmara de Proença-a-Nova distribui compostores domésticos aos munícipes

A Câmara de Proença-a-Nova vai promover, em maio, um conjunto de ações de sensibilização ambiental e vai distribuir, gratuitamente, compostores domésticos pelos munícipes que participarem nas iniciativas, foi hoje anunciado.

Câmara de Proença-a-Nova distribui compostores domésticos aos munícipes
Notícias ao Minuto

10:25 - 22/04/21 por Lusa

Casa Compostagem

Em comunicado, este município do distrito de Castelo Branco refere que vai promover um conjunto de ações de sensibilização ambiental sobre compostagem doméstica, nas sedes de freguesia, a partir do mês de maio.

"No final, os participantes receberão um compostor doméstico, sendo o número de equipamentos limitados e atribuídos por ordem de inscrição", lê-se na nota da autarquia.

A primeira ação decorre a 07 de maio, às 19:30, em São Pedro do Esteval.

Seguem-se, em 14 de maio, às 19:00, Sobreira Formosa, em 21 de maio (19:00), Montes da Senhora, e, em 27 de maio (18:30), Proença-a-Nova.

Os interessados em participar nas iniciativas devem inscrever-se na sua Junta de Freguesia, pois o número de participantes está limitado à capacidade da sala onde decorrerá a ação, de acordo com as normas da Direção-Geral de Saúde (DGS).

Esta iniciativa resulta de uma das propostas aprovadas no âmbito do Orçamento Participativo 2020, que contempla a aquisição de compostores para distribuição gratuita junto dos munícipes.

"O objetivo é sensibilizar para a diminuição da aplicação de adubos e pesticidas sintéticos, reduzindo a contaminação dos solos, da água e do ar. A oferta dos compostores é comum a todas freguesias do concelho, num investimento total de 3.600 euros", refere a autarquia.

A compostagem é um processo natural e biológico de decomposição de resíduos orgânicos (provenientes das hortas, jardins e cozinhas) por ação de microrganismos que os transformam numa matéria rica, escura, com aspeto de solo, denominado composto.

A compostagem doméstica, além de ser um processo extremamente simples de executar, permite valorizar os resíduos, poupando custos ambientais e económicos significativos, nomeadamente custos no transporte de lixos e na deposição em aterro.

O adubo orgânico resultante é ideal para ser utilizado em vasos, floreiras ou nos canteiros das hortas (agricultura biológica) e jardins, pois melhora substancialmente a estrutura do solo.

Leia Também: 'Compostagem é Reciclar e Reutilizar'. Seja melhor pelo ambiente

Campo obrigatório