Meteorologia

  • 11 MAIO 2021
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 19º

Edição

Rendas das casas caem 6% desde o iní...

Rendas das casas caem 6% desde o início da pandemia

Em Portugal continental, as rendas desceram cerca de 6%, entre o 1º trimestre de 2020 e o 1º trimestre de 2021. Em Lisboa registou-se uma queda de 18% e no Porto de 8%.

Rendas das casas caem 6% desde o início da pandemia

As rendas das casas caíram 6,0% em Portugal Continental desde o início da pandemia, revelou a Confidencial Imobiliário, em comunicado enviado ao Notícias ao Minuto. Em Lisboa, a descida no período que assinala um ano completo de pandemia, nomeadamente entre o 1º trimestre de 2020 e o 1º trimestre de 2021, é de 18% e no Porto é de 8%.

Note que estas taxas de variação homóloga são apuradas para o 1º trimestre de 2021 no âmbito do Índice de Rendas Residenciais, o qual monitoriza o comportamento do mercado de arrendamento residencial, tendo por base as rendas dos novos contratos realizados. 

A nível nacional, a taxa de variação homóloga no 1º trimestre de 2021 agravou-se de forma expressiva face ao final de 2020, quando esse indicador era de -0,7%, entrando em terreno negativo pela primeira vez em mais de seis anos.

Em termos trimestrais, as rendas no país também registam uma tendência decrescente. No 1º trimestre de 2021 reduziram 2,6% face ao 4º trimestre de 2020, consolidando quatro trimestres consecutivos de decréscimo.

Lisboa foi o mercado que primeiro iniciou o ciclo de descidas

Em Lisboa, a variação homóloga de -18% acentua igualmente a quebra de 16,8% registada no final de 2020. Em termos trimestrais, as rendas na capital recuaram 3,7% no 1º trimestre de 2021, descendo há cinco trimestres consecutivos, com contrações em cadeia bastantes vincadas de -2,3% a -6,9%. 

No Porto, a descida homóloga das rendas no 1º trimestre de 2021 é igualmente mais forte do que a observada no final do ano, quando este indicador atingiu um queda de 4,5%. No comportamento de curto-prazo, as rendas no Porto desceram 3,2% no 1º trimestre de 2021, uma variação trimestral idêntica à observada no 4º trimestre de 2020. Este é o terceiro trimestre de descida das rendas no Porto

Sublinha ainda o mesmo comunicado que as rendas das casas em Portugal apresentavam um valor médio de 9,4 euros por m2 nos contratos realizados no 1º trimestre de 2021, ascendendo a 12,2 euros por m2 em Lisboa e a 10,0 euros por m2 no Porto, conforme os dados do SIR-Arrendamento.

Leia Também: Onde há mais esforço para pagar a renda na Europa? Em Portugal, é 'aqui'

Campo obrigatório