Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

Lando Norris frustrado com a McLaren: "Devíamos ter vencido"

Piloto inglês foi o segundo classificado do GP do Canadá, atrás de Verstappen.

Lando Norris frustrado com a McLaren: "Devíamos ter vencido"
Notícias ao Minuto

09:24 - 10/06/24 por Notícias ao Minuto

Auto Fórmula 1

Lando Norris não escondeu, este domingo, a frustração para com o facto de não ter conseguido ir além da segunda posição, no Grande Prémio do Canadá em Fórmula 1, a 3,879 segundos do vencedor, o campeão em título, Max Verstappen.

Em declarações prestadas à estação televisiva britânica Sky Sports, imediatamente após o final da prova, o piloto inglês apontou o dedo à própria equipa, a McLaren, que, na sua opinião, não soube lidar com a entrada em ação do 'safety car', devido ao acidente sofrido por Logan Sargeant, o que acabou por custar caro.

"Devíamos ter vencido a corrida, hoje, e não vencemos, é muito frustrante. Tivemos velocidade. Provavelmente, não com o piso seco, no final. No final, comprovou-se que não interessou muito, mas, sim, devíamos ter vencido", começou por afirmar.

"É tão simples quanto isso. Penso que não fizemos um bom trabalho, enquanto equipa, ao não termos ido às 'boxes' quando o devíamos ter feito, para não ficarmos presos atrás do 'safety car'. Não penso que tenha sido sorte ou algo do género", prosseguiu.

"É culpa minha e da equipa, e é algo que iremos discutir, depois. Devíamos ter vencido, hoje. Penso que, agora, estamos a um nível onde não podemos ficar satisfeitos com um segundo lugar, o objetivo é vencer", completou.

Leia Também: Max Verstappen vence Grande Prémio do Canadá

Recomendados para si

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório