Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
24º
MIN 16º MÁX 26º

Presidente da FIA investigado por suspeitas de interferência em corrida

Irá ser efetuado um relatório sobre a situação pelo comité de ética da FIA.

Presidente da FIA investigado por suspeitas de interferência em corrida
Notícias ao Minuto

17:20 - 04/03/24 por Notícias ao Minuto

Auto Fórmula 1

Mohammed Ben Sulayem, presidente do órgão regulador do automobilismo, a FIA, está sob investigação por tentar interferir, alegadamente, no resultado de uma corrida de Fórmula 1. Um denunciante disse à FIA que Ben Sulayem terá tentado intervir para anular uma penalização aplicada a Fernando Alonso, da Aston Martin, no Grande Prémio da Arábia Saudita de 2023.

A afirmação consta de um relatório feito por um responsável pela conformidade da FIA ao seu comité de ética, consultado pela BBC Sport.

Ben Sulayem e a FIA não responderam aos pedidos de comentários do referido jornal. A alegação feita pelo denunciante é que Ben Sulayem ligou para o xeque Abdullah bin Hamas bin Isa Al Khalifa - vice-presidente de desportos da FIA para a região do Oriente Médio e Norte da África, que estava na Arábia Saudita para a corrida em caráter oficial - e deixou claro que achava que o castigo de Alonso deveria ser revogado.

Alonso recebeu uma penalização de 10 segundos. O relatório, do responsável Paolo Basarri, diz que o denunciante relatou que Ben Sulayem “fingiu [pretended] que os comissários anulariam a sua decisão de emitir" o castigo a Alonso. Há dúvidas quanto a essas alegações, porque a palavra pretendere, em italiano, quer dizer requerer ou pedir. Espera-se que o comité de ética leve entre quatro a seis semanas para emitir o relatório.

Leia Também: Alpine reage à crise na F1 e renova com aposta em três direções técnicas

Recomendados para si

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório