Meteorologia

  • 15 ABRIL 2024
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 24º

Azar na última volta. Miguel Oliveira perde pódio na 'sprint' em Portimão

Piloto português somou três pontos nesta primeira prova do ano em Portimão. Este domingo disputa-se a corrida principal do GP de Portugal.

Azar na última volta. Miguel Oliveira perde pódio na 'sprint' em Portimão
Notícias ao Minuto

15:23 - 25/03/23 por Ruben Valente

Auto MotoGP

Miguel Oliveira lutou pelo pódio até ao final... literalmente. Um pequeno erro na última volta deitou tudo a perder e o português passou do 3.º para o 7.º lugar, posto em que terminou aquela que foi a primeira corrida 'sprint' da história do MotoGP, disputada este sábado, no Autódromo Internacional do Algarve.

O Falcão da Charneca de Caparica 'voou' sempre a bom ritmo durante as 12 voltas realizadas ao circuito de Portimão e mostrou sempre argumentos para lutar por um pódio e até pela vitória. Porém, um erro na última volta desta 'sprint' deitou as aspirações de um excelente resultado do português por terra.

A vitória ficou para Pecco Bagnaia, campeão do mundo em título, e o pódio só ficou encerrado com Jorge Martin, na segunda posição, e Marc Marquéz, no terceiro posto.

Quantos pontos soma Miguel Oliveira?

Bagnaia alcançou a pontuação máxima atribuída nesta corrida 'sprint'. O italiano da Ducati conquistou 12 pontos, Martin assegurou 9 e Márquez somou os primeiros sete pontos do ano.

A partir do 4.º até ao 9.º lugar, os pontos vão desde os 6 até ao 1. Ou seja, na 7.ª posição, Miguel Oliveira somou três pontos neste início de caminhada no Mundial de MotoGP.

Boas perspetivas para o Falcão

É certo que um 7.º lugar sabe a pouco para um piloto que lutou pelo pódio até às últimas curvas da primeira corrida 'sprint' da história do MotoGP. No entanto, esta corrida mostrou-nos mais daquilo que pode ser um ano muito positivo para Miguel Oliveira.

Apesar de um erro na última volta, que custou quatro posições ao português, o piloto da RNF Aprilia mostrou bom ritmo ao longo das 12 voltas realizadas ao traçado de Portimão e nunca descolou das Ducati, as motos que aparentam estar um passo à frente das restantes fabricantes.

Miguel Oliveira ultrapassou em corrida Marc Márquez, Jack Miller e até o próprio Bagnaia chegou a ser uma das presas do nosso Falcão. As trocas de posição foram uma constante com um azar no final. Ainda assim, Miguel Oliveira tem razões para sorrir. Esta Aprilia RS-GP nas suas mãos promete dar que falar no futuro e o melhor de tudo é que amanhã, domingo, há mais na 'montanha-russa' de Portimão.

O português parte novamente da 4.ª posição para a corrida principal do Grande Prémio de Portugal. A prova está marcada para as 14h00.

Recomendados para si

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório