Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 14º

Não será "o fim do mundo" para Hamilton terminar ano sem triunfos na F1

"Voltaremos ao topo", afiançou o piloto britânico.

Não será "o fim do mundo" para Hamilton terminar ano sem triunfos na F1

O piloto britânico Lewis Hamilton, sete vezes campeão do mundo, disse hoje que terminar o Mundial de Fórmula 1 sem triunfos não será o "fim do mundo", após uma das épocas mais duras da sua carreira.

"Faltam seis corridas, são seis oportunidades de vitória. Mas se não aparecer, não será o final do mundo. Nós voltaremos ao topo", disse o piloto da Mercedes.

Desde a sua estreia na Fórmula 1, em 2007, Hamilton, que tem o recorde de triunfos em Grandes Prémios (103), venceu sempre, pelo menos, uma corrida por temporada.

Contudo, o britânico, de 37 anos, recusa referir-se a esta temporada como um "período negro", embora seja uma "das mais duras" da carreira, pois considera que "este ano foi enriquecedor para toda a gente".

Campeão entre 2017 e 2020, Hamilton perdeu o título no ano passado para o neerlandês Max Verstappen (Red Bull), que lidera destacado o Mundial de 2022, com o britânico a ser sexto classificado quando faltam seis corridas para o final do campeonato.

Já afastado da luta pelos lugares cimeiros, Hamilton disse que o principal objetivo é ajudar a Mercedes a ultrapassar a Ferrari no segundo lugar no Mundial de construtores.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório