Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 39º

Terceira vitória de Bagnaia em MotoGP em dia de queda para Miguel Oliveira

O italiano Enea Bastianini (Ducati) conseguiu hoje a terceira vitória da temporada, no Grande Prémio de França de MotoGP, em que o português abandonou devido a uma queda sofrida a três voltas do final, quando era nono.

Terceira vitória de Bagnaia em MotoGP em dia de queda para Miguel Oliveira
Notícias ao Minuto

15:52 - 15/05/22 por Lusa

Auto GP França

Bastianini, que partiu da quinta posição da grelha, concluiu as 27 voltas ao traçado de Le Mans em 41.34,613 minutos, batendo o australiano Jack Miller (Ducati), que foi segundo, por 2,718 segundos.

O espanhol Aleix Espargaró (Aprilia) foi o terceiro, a 4,182 segundos do vencedor, numa prova que teve sete abandonos devido a queda.

Miguel Oliveira, que partiu da 17.ª posição da grelha, ganhou uma posição no arranque. No primeiro terço de corrida, chegou ao 12.º posto e, a 15 voltas do final, ultrapassou o espanhol Jorge Martin (Ducati) e o sul-africano Brad Binder (KTM) para chegar a 10.º.

Duas voltas mais tarde, beneficiou da queda do espanhol Joan Mir (Suzuki) para subir a nono.

A partir daí, envolveu-se numa luta acesa com Binder e com o espanhol Pol Espargaró (Honda).

Na frente da corrida, o primeiro líder foi Miller, que levou na sua roda o italiano Francesco Bagnaia (Ducati), vencedor da prova anterior, em Espanha.

Bagnaia não tardou a assumir a liderança, enquanto Miller perdia 'gás' na perseguição.

Até que, pouco a pouco, vindo da quinta posição, apareceu Enea Bastianini, que foi passando adversário atrás de adversário, até se 'colar' na traseira de Bagnaia.

O piloto oficial da Ducati não aguentou a pressão do seu compatriota e cometeu um erro a sete voltas do final, que deixou Bastianini no comando. Pouco depois, Bagnaia caiu mesmo, a seis voltas do final, colocando Miguel Oliveira na nona posição.

No entanto, o piloto de Almada viria a perder a frente da sua mota numa rápida mudança de direção, a seguir à curva dois do circuito gaulês, caindo sem consequências físicas.

Este foi o segundo abandono do piloto luso esta temporada, que já tinha caído na prova de abertura, no Qatar.

Até final, Bastianini não foi incomodado, vencendo pela terceira vez (ganhou no Qatar e na América) enquanto Aleix Espargaró teve de 'suar' para aguentar o terceiro pódio consecutivo com a sua Aprilia, segurando atrás de si o campeão mundial, o francês Fábio Quartararo (Yamaha).

Johann Zarco (Ducati), o outro francês em prova, terminou logo atrás, na quinta posição, depois de ter conseguido passar o espanhol Marc Márquez (Honda), que voltou a ter uma corrida sofrida.

Com estes resultados, Quartararo manteve a liderança do campeonato, agora com 102 pontos, contra os 98 de Aleix Espargaró. Bastianini é agora terceiro, com 94.

Já Miguel Oliveira caiu uma posição, para 11.º, com 43 pontos.

A próxima prova será o GP de Itália, em Mugello, em 29 de maio.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório