Meteorologia

  • 29 JUNHO 2022
Tempo
23º
MIN 16º MÁX 23º

A Famel voltou. Tem nova moto e fomos saber tudo sobre a refundação

Joel Sousa adquiriu os direitos da marca em 2014. Volvidos oito anos apresentou um novo modelo elétrico, inspirado na mítica XF-17.

A Famel voltou. Tem nova moto e fomos saber tudo sobre a refundação

Até dia 8 de maio poderá ver a nova moto da Famel, a E-XF, inspirada na histórica XF-17, na Expomoto, na Exponor, em Matosinhos. Joel Sousa, o novo CEO da mítica marca de motociclos, refundou a Famel em 2014 e contou-nos como tudo aconteceu até ao 'nascimento' da E-XF, moto que já conta com mais de 30 reservas apesar de estar ainda em fase de testes.

"Foi uma oportunidade que surgiu em ter os direitos da marca. Fiz uma proposta, depois de os registos da Famel estarem ‘esquecidos’, digamos assim. Eu conhecia a pessoa que os tinha e que os registou, e acabei por comprar os direitos da marca. Via muito potencial para fazer algo com a Famel em Portugal e arrisquei", começou por dizer, em exclusivo ao Auto ao Minuto.

Notícias ao Minuto [Famel E-XF estará disponível em duas versões com os preços de 4.499 e os 5.899 euros, respetivamente© Famel

Num primeiro momento, Joel Sousa só conseguiu dedicar-se ao projeto em regime de part-time. Em junho de 2021, o CEO da Famel arregaçou as mangas a tempo inteiro, já depois de ter decidido o caminho a trilhar pela marca.

"Tinha potencial, as pessoas conhecem a marca em todo o lado, mas isso acarreta também responsabilidade. Não queria estragar o legado que foi deixado. Numa fase inicial tentámos perceber para que lado iríamos, se para motor a gasolina ou não. Achámos que seria muito complicado, ponderámos e escolhemos a eletrificação. Quisemos tornar a marca elétrica porque, analisando o mercado à nossa volta, achamos que é um exagero de motos a gasolina. No mercado elétrico, as coisas ainda estão a começar, mas este ano, só no primeiro trimestre, já foram vendidas mais motos elétricas do que em todo o ano de 2021 em Portugal. A procura existe e mostra que estamos no caminho certo", afiançou Joel Sousa.

Notícias ao Minuto A E-XF poderá ter um máximo de 120 km de autonomia elétrica© Famel

No entanto, o projeto de revitalizar a Famel nem sempre foi fácil. Joel Sousa foi encontrando pedras no caminho, mas agora parece realmente confiante de que essas mesmas pedras servirão para construir o 'castelo' que tanto ambiciona.

"Em 2017 fomos à WebSummit com um protótipo que não teve aceitação. Foi uma aprendizagem a custo, porque investimos dinheiro e tempo, apesar de nunca passar de uma maquete em espuma. Depois disso fizemos uma paragem no projeto para repensar. Em 2019, já com mais tempo para dedicar ao projeto, reatei-o numa vertente diferente. Peguei num modelo antigo, eletrifiquei-o, e tentei validar a aceitação das pessoas em relação ao novo protótipo. Já foi completamente diferente, apesar de conscientes que ainda não era aquele o produto final. Tivemos que dar uma reviravolta ao produto, a pensar na mítica XF-17 antiga, para que também pudesse ter aceitação a nível internacional. Esta moto está preparada para mercados internacionais e está muito bem desenhada. Sou suspeito, mas está muito bonita", disse.

O que falta para a vermos na estrada? "Falta homologação, alguns testes… Apesar de termos dois protótipos em exposição, ainda faltam muitos testes. Só depois disso é que podemos passar para a industrialização", contou ainda.

Famel E-XF: 120 km de autonomia e custos de carregamento... simbólicos

A E-XF surge como uma homenagem à histórica Famel XF-17, lançada em 1975. Conta com dois modelos, a Café Racer (que dá para apenas um ocupante) e a Clássica (para dois ocupantes), podendo ambas vir em duas versões, equivalentes a cilindradas de 50 e de 125 centímetros cúbicos, com preços estimados entre os 4.499 e os 5.899 euros. O modelo de 50cc tem uma autonomia estimada de 70km (podendo ir aos 120km com uma segunda bateria) ao passo que o de 125cc, com duas baterias, tem autonomia estimada de 120km.

Ambos os modelos, na sua versão 125, têm também a versão exclusiva e limitada de Embaixador, numerada de 1 a 300, com detalhes de design únicos e que serão as primeiras a ser entregues no primeiro trimestre de 2023, e a entrega das restantes está prevista para o segundo trimestre. A versão Embaixador tem um valor total estimado de 5.499 euros. Qualquer cliente que queira fazer uma reserva durante os dias de exposição na Expomoto irá estar habilitado a condições especiais.

Estima-se que um carregamento de bateria da Famel E-XF custe menos de 1 euro. Já no que diz respeito ao tempo de carregamento - dos 0 aos 100% - é de cinco horas. Em média, cada moto pode atingir velocidades máximas de 100 km/h.

Notícias ao Minuto

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório