Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 5º MÁX 14º

Edição

Testámos o Smart EQ Fortwo. Será que 130 km de autonomia é suficiente?

Preços deste modelo inicia nos 22.955 euros.

Se pensarmos num automóvel para conduzir na azáfama citadina, o Smart Fortwo é um dos que nos vem primeiro à memória. Este carro de pequenas dimensões fez a transição para a eletricidade e tornou-se 'amigo do ambiente'. Contudo, será que continua 'amigo do cliente'? Foi isso que o Auto ao Minuto procurou saber.

Para começar, temos de falar no que primeiramente reparámos neste Smart EQ Fortwo Coupé: a autonomia. Não vale a pena ignorar o 'elefante na sala' e vamos diretos ao assunto. A autonomia é reduzida ponto. 133 quilómetros - na melhor das hipóteses e poupando o mais possível - podem revelar-se curtos para uma utilização diária.

Se tivermos em conta qualquer outro automóvel, neste caso com motor a combustão, cerca de 120 quilómetros é usualmente o que temos para uma reserva de combustível. Por isso, não será certamente com este EQ Fortwo da Smart que se conquista adeptos da eletrificação.

Ainda assim, é preciso ter em conta as necessidades de cada um. É utilizador de automóvel diariamente e faz cerca de 20 quilómetros por dia? Pegando neste exemplo, o Smart EQ Fortwo Coupé é um carro que encaixa de forma perfeita, uma vez que uma carga completa poderá durar de segunda a sexta-feira.

Sempre que conduzimos este pequeno citadino, uma das primeiras preocupações era a de ligar o modo ECO. Retira performance, mas compensa com uma maior poupança na autonomia. Conseguimos uma média de 14 kWh/100km, após tentar obter uma condução o mais 'normal' possível. Neste registo, é uma média bastante satisfatória.

Carregamento

A bateria de 17,6 kWh é uma das mais pequenas do mercado, o que faz com que o carregamento não seja muito demorado. Caso pretenda adquirir um carregador de bordo de 22 kW por 995 euros conseguirá uma carga de 70% em apenas 40 minutos.

De série, este Smart EQ Fortwo traz um carregador de bordo de 4,6 kW, o que se traduz num carregamento doméstico de seis horas para uma carga completa. Por fim, o carregamento numa wallbox demorará cerca de três horas e meia.

Na estrada

Se a transição para elétrico trouxe uma autonomia menor, a mesma acabou por oferecer a quem conduz um Smart EQ Fortwo Coupé um maior conforto. Silencioso, um habitáculo mais espaçoso, ágil e de resposta rápida são algumas das características deste pequeno amigo que esteve connosco durante três dias.

No fundo, desde 1998, data da sua apresentação, que o Smart Fortwo é e continua a ser um automóvel muito engraçado de conduzir, mas cada vez mais evoluído.

Com pouco mais de 1000kg, os 60 kW (82 cv) de potência que oferece o seu motor elétrico (às rodas traseiras) foram mais do que suficientes para garantir uma experiência de condução muito agradável. Já para não falar no estacionamento, um dos seus pontos fortes porque cabe em qualquer lado. Tem extras para todos os gostos - cruise control, brake assist, integração de smartphone, sensor de luzes e chuva, sistema de infoentretenimento, e bancos aquecidos são alguns deles - e mesmo que não seja assim tão necessário dispõe de câmara traseira.

Em suma, o Smart EQ Fortwo Coupé não desilude em termos de condução, conforto, espaço - dentro das limitações de um dois lugares -, qualidade de materiais e experiência em estrada. O único ponto menos positivo, na nossa opinião, é a curta autonomia oferecida que, no entanto, pode não ser um problema para quem faça poucos quilómetros por dia. Por isso, respondendo à pergunta que colocámos no título "130 km de autonomia é suficiente?", a resposta é sim, mas depende da utilização que faz de um automóvel. 

O preço do Smart EQ Fortwo Coupé inicia nos 22.955 euros e a versão ensaiada tem o preço de 27.300 euros. 

ESPECIFICAÇÕES TECNICAS

  •  

Smart EQ Fortwo Coupé

MOTOR

Posição Traseira transversal
Arquitetura Elétrico
Carregamento Bateria: iões de lítio
Capacidade 17,6 kWh
Potência 82 cv (60 kW)
Binário 160 Nm

TRANSMISSÃO

Tração Traseira
Caixa de velocidades Caixa automática

CHASSIS

Suspensão FR: Independent McPherson. Coil Springs. Anti-roll bar; TR: de Dion tube. Coil Springs. Anti-roll bar
Travões FR: Discos; TR: Tambores
Direção Assistência elétrica

DIMENSÕES E CAPACIDADES

Comp. x Larg. x Alt. 2695 mm x 1663 mm x 1555 mm
Distância entre eixos 1873 mm
Capacidade da mala  260 litros
Rodas FR: 185/50 R16; TR: 205/45 R16
Peso 1095 kg

PRESTAÇÕES E CONSUMOS

Velocidade máxima 130 km/h
0-100 km/h 11,6s
Consumo médio 17,5 kWh/100 km
Autonomia 133 km

ANÁLISE {{ config('app.name') }}

  •  

O Smart Fortwo continua a ser uma ótima opção para uma condução regular em cidade. Ágil, fácil de estacionar, confortável, com espaço suficiente para o transporte de artigos do quotidiano. No entanto, esta versão elétrica traz consigo uma autonomia muito reduzida. 130 km (na melhor das utilizações) faz com que se tenha de fazer uma gestão minuciosa dos quilómetros a percorrer

  • {{ config('app.name') }}Espaço interior
  • {{ config('app.name') }}Boa resposta. Ágil e ideal para condução citadina
  • {{ config('app.name') }}Garantia de oito anos ou 100.000 km (bateria)
  •  
  • {{ config('app.name') }}Autonomia muito limitada
  • {{ config('app.name') }}Preço elevado

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Gosta de automóveis? Toda a informação num clique

Seja a Gasolina, diesel, elétricos, hidrogénio e dicas, acompanhe as mais recentes novidades sobre desporto motorizado

Obrigado por ter ativado as notificações de Auto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório