Meteorologia

  • 17 OUTUBRO 2021
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Piloto do medical car da F1 não quer vacinar-se. Português à espreita

Alan van der Merwe falhou o Grande Prémio da Turquia por se encontrar positivo à Covid-19, pela segunda vez.

Piloto do medical car da F1 não quer vacinar-se. Português à espreita

Alan van der Merwe é o habitual piloto do medical car da Fórmula 1. No ano passado muito ouvimos falar do sul-africano, pelo rápido auxílio a Romain Grosjan no Bahrain, e agora o piloto volta a estar em destaque... mas não por razões tão boas.

Por ter testado positivo à Covid-19, van der Merwe falhou o último Grande Prémio da Turquia, realizado no passado domingo em Istambul. No entanto, o piloto do medical car pode não só ter falhado esta prova, como vir a falhar mais algumas no futuro. Isto porque não está vacinado contra a Covid-19 e, ao que parece, não pretende fazê-lo.

“Estou a sentir-me muito bem e vou aproveitar ao máximo o meu fim de semana de folga. Esta é a segunda vez que tenho Covid-19, e estou muito satisfeito por reportar que a segunda vez é muito mais suave. Obrigado às maravilhas do sistema imunitário humano! Por agora, evitarei os riscos muito pequenos, mas não nulos de uma vacina, até que os dados sugiram que será vantajoso para mim e para outros, se alguma vez acontecer", afirmou van der Merwe publicamente.

Ora, esta sua vontade pode mesmo levá-lo a ficar de fora de mais Grandes Prémios, uma vez que a entrada em alguns países que recebem a Fórmula 1 exigem a vacinação, em particular os do Médio Oriente, onde a categoria máxima do desporto motorizado ainda terá de ir no final de temporada de 2021.

Michael Masi, diretor de corrida da F1, já reagiu e afirmou o que já se esperaria: “Há um par de países onde provavelmente não lhe será permitido entrar se não estiver vacinado. A FIA tem de respeitar os requisitos dos países, assim como as equipas e todos os outros".

Piloto português na calha

Esta é, claro, uma situação desagradável e que os altos responsáveis da Fórmula 1 não gostarão de ver acontecer, mas a verdade é que o fecho de portas para uns, é o abrir de portas para outros. E, neste caso, poderemos ter um piloto português mais vezes em pista.

Bruno Correia, piloto do safety car na Fórmula E, foi chamado pela FIA para substituir Alan van der Merwe em Istambul e pode voltar a convocá-lo. O piloto português é uma referência na condução destes veículos nas mais altas categorias do desporto motorizado e, quem sabe, a oportunidade de garantir um lugar cativo na F1 pode estar mais perto do que nunca.

Notícias ao Minuto Bruno Correia na Fórmula E© Formula E 
Leia Também: F1: Houve um português em destaque no Grande Prémio da Turquia

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório