Meteorologia

  • 22 JULHO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 20º

Edição

Jardim aponta "três virtudes e um defeito" a Chávez

O chefe do governo da Madeira, Alberto João Jardim, elogiou esta quarta-feira “três grandes virtudes” do Presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que morreu na terça-feira, apontando-lhe, no entanto, o defeito de considerar que o socialismo é alternativa política.

Jardim aponta "três virtudes e um defeito" a Chávez
Notícias ao Minuto

11:27 - 06/03/13 por Lusa

Política Madeira

Em declarações à agência Lusa, o governante madeirense enunciou como virtudes de Hugo Chávez “o seu amor indiscutível à Pátria venezuelana, ter acabado com um regime de partidocracia corrupta que antes a Venezuela vivia e ter tido a antevisão das consequências do liberalismo e do capitalismo selvagem para o mundo, como estamos hoje a assistir”.

“A meu ver, o defeito foi o pensar que a alternativa para isto era o socialismo, quando o socialismos nunca foi alternativa para coisa alguma”, adiantou Alberto João Jardim, escusando fazer mais comentários.

O Presidente venezuelano morreu na terça-feira, em Caracas, quase três meses depois de ter sido operado pela quarta vez a um cancro, a 11 de Dezembro de 2012, em Havana, e quase cinco meses depois de ter sido reeleito para o seu terceiro mandato, em 7 de Outubro.

Chávez, que morreu com 58 anos, regressou à Venezuela em 18 de Fevereiro, ficou internado no Hospital Militar de Caracas e não chegou a tomar posse como Presidente, ficando o lugar assegurado pelo vice-presidente, Nicolás Maduro, numa decisão autorizada pela Justiça venezuelana apesar dos protestos da oposição.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.