Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2017
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Seguro indisponível para viabilizar cortes propostos pelo FMI

O secretário-geral do PS, António José Seguro, afirmou esta quarta-feira que não está disponível para viabilizar os cortes orçamentais de quatro mil milhões de euros propostos para Portugal pelo Fundo Monetário Internacional nas áreas da saúde da protecção social.

Seguro indisponível para viabilizar cortes propostos pelo FMI
Notícias ao Minuto

12:27 - 09/01/13 por Lusa

Política PS

"O Partido Socialista não está disponível e quero deixar um aviso ao primeiro-ministro: ele não tem mandato para fazer um corte desta natureza", disse António José Seguro ao ser questionado sobre a proposta de cortes orçamentais do FMI.

"Isto não está no memorando. Foi lá colocado pelo Governo para tapar os erros da sua execução orçamental. A politica de austeridade do custe o que custar deste Governo tem este resultado" disse António José Seguro.

O líder socialista lamentou que o PS e os portugueses tivessem tido conhecimento destas propostas através do FMI, lembrando que o PS já solicitou, através de um requerimento na Assembleia da Republica, que o Governo disponibilize o estudo que está na génese destas propostas.

"É que o Governo tem estado a vender os anéis e agora quer vender os dedos dos portugueses. Estamos a falar de um corte em áreas fundamentais para a vida dos portugueses, na saúde, na educação, na protecção social, para tapar, volto a dizer, os erros do governo", frisou.

"Nós não podemos confundir cortes com a reforma do Estado. Cortes é a política do Governo, reforma do Estado é a nossa política", acrescentou.

António José Seguro falava aos jornalistas no final de uma visita ao porto de Sines no âmbito da iniciativa "agenda para o Crescimento e Emprego", que pretende alertar para a necessidade de um combate à crise económica através do rigor orçamental mas também pela via do crescimento económico.

Para além da visita ao porto de Sines que decorreu hoje de manhã, a "agenda para o crescimento e emprego" inclui também uma visita, na quinta-feira, ao lagar da Sovena, da empresa do grupo Oliveira da Serra, em Ferreira do Alentejo.

No âmbito da mesma iniciativa, António José Seguro deverá ainda visitar, sexta-feira, a fábrica de calçado Kyaia, em Perdes de Coura.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório