Meteorologia

  • 24 JULHO 2017
Tempo
24º
MIN 23º MÁX 25º

Edição

Reis de Espanha e Marcelo inauguram Feira do Livro de Madrid

Os reis de Espanha e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, inauguram na próxima sexta-feira a 76.ª edição da Feira do Livro de Madrid, que este ano tem Portugal como país convidado.

Reis de Espanha e Marcelo inauguram Feira do Livro de Madrid
Notícias ao Minuto

10:19 - 20/05/17 por Lusa

País Visita

Marcelo Rebelo de Sousa irá acompanhar Felipe VI e a rainha Letizia na visita que farão às bancas (ou pavilhões) dos editores, livrarias e instituições instaladas no conhecido parque do Retiro, noticia hoje a agência espanhola Efe.

O filósofo, ensaísta, professor e intelectual português Eduardo Lourenço será responsável por abrir o programa de atividades da feira com uma conferência que será realizada na sessão inaugural.

Segundo dados fornecidos pelos organizadores da feira, haverá 367 bancas e 488 expositores, repartidos por 24 organismos oficiais, 24 distribuidores, 63 livrarias especializadas, 53 livrarias de âmbito geral e 324 editores.

Ao todo, participam na programação portuguesa nove escritores espanhóis, sete autores de países estrangeiros de língua portuguesa e 22 autores portugueses, entre os quais se contam nomes como Afonso Cruz, João de Melo, Capicua, Pedro Mexia, Rui Cardoso Martins, Ana Luísa Amaral, Valter Hugo Mãe, Gonçalo M. Tavares ou José Luis Peixoto.

Uma das iniciativas previstas é o encontro de escritores lusófonos, com a presença de Valter Hugo Mãe (Portugal), Evanildo Bechara (Brasil), Ondjaki (Angola), Mbate Pedro (Moçambique), José Luis Tavares (Cabo Verde), Flaviano Mindela (Guiné-Bissau), Olinda Beja (S. Tomé e Príncipe) e Luis Cardoso (Timor-Leste).

Na feira haverá sessões dedicadas a autores clássicos de língua portuguesa, como Luis de Camões, Sophia de Mello Breyner Andresen, Fernando Pessoa, Almada Negreiros, José Saramago, Ruy Belo, Maria Gabriela Llansol ou Herberto Helder.

O certame que encerra a 11 de junho será uma oportunidade única de dar a conhecer autores portugueses e encorajar as traduções para a língua espanhola.

A indústria espanhola de livros é a quarta do mundo, colocando o país depois dos Estados Unidos, do Reino Unido e de França, neste setor. É também a terceira que mais exporta, depois dos Estados Unidos e do Reino Unido.

França foi o país convidado em 2016, ano em que a feira teve um volume de negócios de cerca de 8,2 milhões de euros, nas suas 367 bancas, com 479 expositores.

Campo obrigatório