PSP detém "ladrões dos abraços". Disfarçavam roubo com assédio

Dois jovens acusados de assalto ficam em prisão preventiva. Vítimas eram sobretudo raparigas.

© iStock
País Lisboa

O Comando Metropolitano de Lisboa da PSP deteve esta quarta-feira dois jovens com 19 e 21 anos, a quem apelidou de “ladrões dos abraços”.

PUB

Segundo comunicado enviado às redações, os jovens são acusados de agressões, ameaças e assaltos por esticão, levados a cabo um pouco por toda a cidade de Lisboa e Loures, especialmente no metro.

Os detidos fazem parte de um grupo que tinha como alvos outros jovens estudantes, sobretudo raparigas.

Estas eram coagidas a dar abraços e a beijar a um dos jovens, e em alguns casos chegavam a ser molestadas. A abordagem levava as vítimas “a pensar que se tratava de assédio, não se apercebendo de imediato que iam ser vítimas de roubo”

“Depois de abraçadas e obrigadas a dar e receber os beijos, as jovens eram roubadas, sendo-lhes sempre tirados telemóveis, dinheiro e outros bens”, descreve a PSP.

O Metropolitano de Lisboa era o local privilegiado, onde o grupo terá cometido cinco roubos, tendo cometido os outros dez roubos em outros locais.

Para além destas duas detenções, a PSP identificou outros dois elementos do grupo.

Os dois jovens já têm antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, foram presentes no Tribunal de Instrução Criminal, para primeiro interrogatório judicial, onde lhes foi decretada prisão preventiva.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser