Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Fotógrafo português feliz com participação em exposição mundial

O português Luís Godinho, vencedor do Prémio Nacional de Portugal dos Sony World Photography Awards 2017, mostrou-se "feliz" por participar na exposição das imagens vencedoras, que abriu hoje em Londres.

Fotógrafo português feliz com participação em exposição mundial
Notícias ao Minuto

17:35 - 21/04/17 por Lusa

País Luís Godinho

"Fico muito feliz por a minha foto estar aqui, ao lado de imagens incríveis, de fotógrafos incríveis, com temas fantásticos", afirmou à agência Lusa.

A fotografia "Janela" foi captada por Luís Godinho, no Senegal, na aldeia de Parba, em abril de 2016, numa missão humanitária da Fundação Assistência Médica Internacional (AMI) que o fotógrafo acompanhou.

A imagem tem um grande plano uma menina de seis anos e faz parte de um painel coletivo de fotografias de vários países, numa ala do edifício Somerset House, onde estão concentradas as selecionadas dos concorrentes não profissionais.

Foi escolhida entre mais de 227 mil imagens enviadas por fotógrafos de 183 países, conquistando um lugar no livro anual dos vencedores.

Os galardoados de cada país foram convidados pela organização a deslocar-se à capital britânica para participar numa cerimónia, que decorreu na quinta-feira à noite e onde foram anunciados os vencedores globais de cada categoria.

O belga Frederik Buyckx foi ainda eleito o Fotógrafo do Ano 2017.

Além das imagens finalistas de cada país, está em exposição até 07 de maio um conjunto de fotografias de Martin Parr, que recebeu um prémio de Contribuição Extraordinária para a Fotografia.

"Tem aqui fotos incríveis que vale a pena ver, vale a pena apreciar cada uma, porque tiramos uma história importante de cada uma para a humanidade de hoje em dia", afirmou o português, natural dos Açores.

A sua distinção, que incluiu a oferta de uma máquina fotográfica Sony, é um incentivo para se dedicar ainda mais a esta atividade, que não exerce a tempo inteiro.

"Todos os dias se tiram fotografias e nunca se sabe o que pode acontecer. Em milhares de fotografias que tirei naqueles dias no Senegal, três ou quatro já foram escolhidas para alguns concursos", enfatizou.

Luís Godinho quer agora retribuir o apreço que recebeu por este trabalho, planeando criar uma organização que recolha fundos para crianças em África, incluindo a menina de seis anos, protagonista da sua fotografia.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório