Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Papa reza junto dos túmulos de Francisco e Jacinta antes da canonização

O papa Francisco vai rezar junto aos túmulos de Francisco e Jacinta Marto no dia 13 de maio, antes da canonização dos beatos, informou hoje o administrador do Santuário de Fátima, padre Cristiano Saraiva.

Papa reza junto dos túmulos de Francisco e Jacinta antes da canonização
Notícias ao Minuto

22:05 - 20/04/17 por Lusa

País Papa

Numa sessão de esclarecimento para a população e comerciantes de Fátima, onde o papa vai estar em peregrinação a 12 e 13 de maio, Cristiano Saraiva detalhou os momentos de Francisco no santuário, considerando que o momento será de festa e apelando aos presentes para nela participarem.

O responsável anunciou, ainda, que vão ser colocados oito ecrãs no recinto do templo, com capacidade para acolher centenas de milhares de pessoas, especificando "com a extensão" que será feita "até às traseiras e laterais da Basílica da Santíssima Trindade".

Segundo o sacerdote, na peregrinação internacional aniversária de maio "toda a zona por cima do túnel" é área de recinto do santuário.

"Os peregrinos não veem [as celebrações religiosas] diretamente do altar, mas veem através da nossa 'régie', que vai passar nos monitores e o som vai ser estendido", acrescentou.

A cerimónia de canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto, presidida pelo papa Francisco no Santuário de Fátima, realiza-se às 10:00 de dia 13 de maio e em Língua Portuguesa.

Antes da cerimónia, o papa Francisco desloca-se à basílica do Rosário, onde estão os túmulos dos videntes de Fátima, Francisco, Jacinta e Lúcia.

Segundo a página oficial na Internet da peregrinação do papa a Fátima, www.papa2017.fatima.pt, a cerimónia de canonização acontece "logo após o cântico de entrada e a saudação inicial, proferida pelo Santo Padre".

"Os relicários em forma de candeias contendo as relíquias dos dois novos santos da Igreja Católica, uma madeixa de cabelo de Jacinta e um fragmento de osso da costela de Francisco, integram o cortejo de entrada da missa, sendo colocados no altar, junto da imagem de Nossa Senhora de Fátima", refere o 'site'.

O transporte das relíquias dos mais jovens santos não-mártires é feito pela postuladora da Causa da Canonização de Francisco e Jacinta, irmã Ângela Coelho, e pelo assessor da postulação e atual diretor do Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima, Pedro Valinho.

Segue-se a cerimónia de canonização dos dois videntes, a primeira realizada em Portugal, que vai decorrer em Língua Portuguesa.

De acordo com a mesma fonte, após a saudação inicial do papa, um cântico assinala o início da canonização e, depois, o bispo da Diocese de Leiria-Fátima, António Marto, pede ao papa que inscreva Francisco e Jacinta no Livro dos Santos e faz uma breve apresentação da biografia dos dois novos santos, seguindo-se o convite de Francisco aos fiéis para cantar a ladainha dos santos.

No final, pronuncia, em Português, a fórmula da canonização e os presentes "aclamam a proclamação com um cântico de júbilo, durante o qual um diácono vai incensar as duas relíquias".

Acompanhado pela postuladora da Causa da Canonização de Francisco e Jacinta, o bispo de Leiria "agradece a proclamação e pede ao papa que redija a Carta Apostólica relativa à canonização" dos dois beatos.

A cerimónia termina com o coro a entoar o "Glória", prosseguindo a missa, no final da qual "as duas relíquias deixam o altar com o andor da imagem de Nossa Senhora de Fátima e seguem em cortejo até à Capelinha das Aparições, onde vão ficar expostas até ao final do dia 13 de maio".

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório