Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Ministra da Administração Interna garante resposta adequada a incêndios

Constança Urbano de Sousa disse hoje que o combate aos incêndios florestais dos últimos dias tem tido uma capacidade de reação adequada, tendo sido os meios reforçados "à medida das necessidades".

Ministra da Administração Interna garante resposta adequada a incêndios
Notícias ao Minuto

15:12 - 20/04/17 por Lusa

País Fogos

"Até ao momento a capacidade de reação instalada tem sido adequada não só ao nível do combate inicial, mas também a outro nível do combate. Os meios vão sendo reforçados à medida do necessário", afirmou Constança Urbano de Sousa, na conferência de imprensa do Conselho de Ministros, quando questionada sobre os incêndios florestais que têm deflagrado nos últimos dias.

A ministra adiantou que atualmente as condições meteorológicas são "adversas no que diz respeito ao risco de incêndio, mas a capacidade está instalada e vai aumentando à medida das necessidades, apesar de ainda não ter entrado em vigor o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF), que vai estar no terreno a partir de 15 de maio.

Constança Urbano de Sousa disse ainda que há "meios aéreos a operar em todos esses incêndios" e há um "reforço de grupos de intervenção onde são necessários".

Na quarta-feira, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) informou que as regiões Norte e Centro vão registar hoje índices "elevados a muito elevados" de risco de incêndio.

De acordo com a informação da ANPC "destaca-se para os próximos dias a existência de um cenário desfavorável em termos de incêndios florestais", assente em temperaturas máximas que podem atingir valores entre os 28 e os 30 graus Celsius na generalidade do território, "situação que poderá manter-se nos próximos três dias".

A página da interna da ANPC registava, às 14:40 de hoje, 23 incêndios, que estavam a ser combatidos por 337 operacionais e 107 meios terrestres.

O incêndio que mobilizava um maior número de meios lavrava, desde as 22:00 de quarta-feira, na Peneda Gerês, e contava ao início da tarde de hoje com 60 operacionais, tendo sido desmobilizado do terreno por falta de condições de segurança o helicóptero pesado devido ao vento forte.

Na quarta-feira, um incêndio de grandes proporções obrigou ao corte do trânsito no IP 4 na zona do Marão, Vila Real, distrito onde também um outro fogo, além do registado na região da Guarda.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório