Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 14º

Edição

Moradores em Arroios vão poder conhecer árvores da freguesia em site

A Junta de Arroios, em Lisboa, vai investir 10 mil euros e pagar uma subscrição mensal de 180 euros para criar uma plataforma 'online' que permite conhecer as árvores que existem na freguesia, foi hoje anunciado.

Moradores em Arroios vão poder conhecer árvores da freguesia em site
Notícias ao Minuto

16:20 - 20/03/17 por Lusa

País Lisboa

"Criámos esta plataforma porque é importante dar a conhecer à população da zona e não só as árvores que temos na freguesia, até porque algumas são históricas, [estando localizadas] em jardins como o do Campo dos Mártires da Pátria ou o Constantino", disse à agência Lusa a presidente da Junta de Arroios, Margarida Martins (PS).

Em causa está o projeto "Árvores de Arroios", no âmbito do qual estarão reunidos 'online' dados como a espécie, o nome e a localização (para o público em geral) e como o porte, a vitalidade, a fase da vida e as manutenções realizadas ou a realizar (para os técnicos), relativos às perto de 2.500 unidades da freguesia.

A partir de terça-feira, esta plataforma de georreferenciação estará disponível de forma gratuita através do endereço www.opentreemap.org/jfarroios, tanto para computador como para telemóvel, e será atualizada em tempo real.

A iniciativa insere-se no projeto norte-americano "Open Tree Map", que na Europa apenas abrangia o Reino Unido, fornecendo informações sobre 48.557 árvores ali existentes.

De acordo com Margarida Martins, o investimento (além do inicial de 10 mil euros, acrescem 180 euros por mês) justifica-se pelas informações dadas aos fregueses.

A título de exemplo, apontou que "há ruas que têm mais árvores e, por isso, são mais frescas e dão mais sombra no verão".

Ao mesmo tempo, a plataforma "permite que os habitantes da freguesia comuniquem anomalias e deem sugestões", notou a autarca, exemplificando que, "há dias, uma árvore foi abatida porque uma pessoa chamou à atenção de que estava morta".

O projeto permite, assim, "uma gestão eficaz e é bom para as pessoas terem noção dos benefícios das árvores e terem mais cuidado com elas", observou.

Margarida Martins apontou que a Junta de Freguesia também está "a perceber" como fazer a manutenção das espécies da freguesia, garantindo que "não se vai intervir numa árvore só porque sim".

Para assinalar o Dia Mundial da Árvore, a Junta de Freguesia vai ainda, na terça-feira de manhã, distribuir 800 latas "Wish a bean" -- com sementes de feijão pronto a germinar, mediante rega -- a crianças das escolas da freguesia.

Durante a tarde, serão plantadas duas árvores no Jardim António Feijó, junto à Igreja dos Anjos.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório