Meteorologia

  • 21 ABRIL 2018
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

"Quem cabritos vende e cabras não tem, de algum lado lhe vêm"

O Tribunal da Relação concorda com o juiz Carlos Alexandre sobre os indícios da prática de crimes por parte do ex-primeiro-ministro.

"Quem cabritos vende e cabras não tem, de algum lado lhe vêm"
Notícias ao Minuto

12:01 - 19/03/15 por Notícias Ao Minuto

País Operação Marquês

O Tribunal da Relação negou o recurso à prisão preventiva de José Sócrates apresentado pela defesa do ex-governante e justificou-o num relatório que coloca em causa a amizade entre o antigo primeiro-ministro e o empresário Carlos Santos Silva.

De acordo com o jornal i, os juizes desembargadores Agostinho Torres e João Carola acreditam existirem fortes indícios da prática dos crimes de que estão indiciados, apesar dos advogados de Sócrates não concordarem com a fundamentação dos mesmos.

No relatório é considerado "completamente inaceitável" a movimentação de milhões associada a uma justificação de amizade e é utilizada uma metáfora esclarecedora para a situação: "Quem cabritos vende e cabras não tem, de algum lado lhe vêm".

"Driríamos, amizade sim, por que não? Mas tanto assim, também não!", frisam os juízes no relatório, lembrando que Carlos Santos Silva é um empresário cujo objetivo é "reproduzir, multiplicar e ter lucros". O que o torna, tendo em conta os empréstimos milionários ao amigo, "um verdadeiro milagre de altruísmo".

O único ponto em que o acordão da relação não concorda com o juíz Carlos Alexandre é no perigo de fuga a curto prazo. Contudo, admitem que poderia acontecer, já que o ex-primeiro-ministro "tem facilidades de deslocação para o estrangeiro" e "excelentes relações políticas em África, e sobretudo, no Brasil e Venezuela".

Quanto ao último ponto, o perigo de manipulação eminente, os dois juizes desembargadores acreditam que a investigação se encontrava "num patamar demasiado importante" para ser colocada em causa. Na justificação a este ponto, o relatório acrescenta ainda que Sócrates escondeu o seu computador pessoal na casa de uma vizinha, tentando dificultar as buscas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.