Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 4º MÁX 6º

Edição

Bloco exige explicações do Governo sobre transbordo de armas

O Bloco de Esquerda exigiu hoje a presença do Ministro dos Negócios Estrangeiros no parlamento, para que este dê explicações sobre o eventual transbordo de material químico proveniente da Síria no porto da Ilha Terceira, nos Açores.

Bloco exige explicações do Governo sobre transbordo de armas
Notícias ao Minuto

21:06 - 14/01/14 por Lusa

País Síria

"Uma matéria relevante como esta, com implicações relevantes e com riscos importantes - do ponto de vista técnico, ambiental e de segurança - tem que ter uma resposta do ministro [dos Negócios Estrangeiros] no parlamento", afirmou hoje o líder parlamentar do Bloco de Esquerda (BE), Pedro Filipe Soares, em declarações à agência Lusa.

O deputado adiantou ser "esse o requerimento" feito pelo partido para que o governante "possa ir ao parlamento dar essas explicações".

Para Pedro Filipe Soares, este assunto "tem uma enorme importância, tem problemas e tem riscos, quer ambientais, quer técnicos, quer de segurança".

"É uma matéria que consideramos relevantíssima, e, por isso, exigimos que o ministro vá ao parlamento explicar se tudo está salvaguardado, qual a posição do Governo sobre essa matéria, se é verdade, se estas armas vêm ativas, se já foram desativadas, se serão desativadas nos Açores, no fundo, os pormenores deste processo", afirmou.

O ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) divulgou hoje que os Estados Unidos da América (EUA) contactaram Portugal para avaliar a possibilidade de realizar o transbordo de material químico proveniente da Síria num porto nos Açores, mas ainda não houve decisão.

Em comunicado enviado à Lusa, o MNE afirma que Portugal foi um dos países contactados pelos Estados Unidos da América com esse objetivo de passar para um navio norte-americano material químico transportado a partir da Síria num navio dinamarquês.

O material começou a sair da Síria em 07 de janeiro, no âmbito de um acordo sobre o desmantelamento do arsenal de armas químicas do regime de Damasco.

Este pedido dos EUA decorre no quadro da resolução 2118, adotada por unanimidade pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas e com a aprovação da Organização para a Proibição das Armas Químicas (OPAQ), refere a nota do ministério de Rui Machete.

O presidente do Governo dos Açores disse hoje que foi consultado sobre a eventual disponibilização do porto da Praia da Vitória, na ilha Terceira, para o transbordo de material químico proveniente da Síria.

Vasco Cordeiro sublinhou que "conforme é público não há ainda nenhuma decisão".

A Praia da Vitória é o concelho onde fica a base militar das Lajes, usada pelos Estados Unidos da América (EUA).

O presidente do executivo açoriano escusou-se a responder a outras questões dos jornalistas, como a data possível da operação, remetendo outros esclarecimentos para o Governo da República.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório