Meteorologia

  • 26 MAIO 2018
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 21º

Edição

Governo dá 340 mil euros a casas abrigo para vítimas de violência

O Governo vai atribuir 340 mil euros às casas abrigo que integram a rede nacional de apoio às vítimas de violência doméstica, no âmbito de novos apoios financeiros que totalizam cerca de 790 mil euros.

Governo dá 340 mil euros a casas abrigo para vítimas de violência
Notícias ao Minuto

19:04 - 13/12/13 por Lusa

País Verba

A formalização dos novos apoios será feita sábado, dia 14 de dezembro, no dia em que a secretária de Estado dos Assuntos Parlamentares e da Igualdade, Teresa Morais, vai fazer o balanço das II Jornadas Nacionais contra a Violência Doméstica.

Fonte do gabinete de Teresa Morais adiantou à Lusa que estão definidos 340 mil euros para as casas de abrigo.

"A atribuição deste apoio, proveniente das verbas dos jogos sociais afetas à área da Igualdade de Género, será formalizada através da assinatura de cartas de compromisso pelas entidades gestoras das Casas de Abrigo e destina-se ao acolhimento de emergência de mulheres vítimas e dos seus filhos menores e ao melhoramento das condições de habitabilidade e de conforto das casas de abrigo", lê-se no comunicado enviado às redações.

Por outro lado, os Núcleos de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica vão receber cerca de 450 mil euros para "reforço das valências de apoio social, jurídico e psicológico às vítimas", mas também para realização de ações de formação sobre o tema da violência doméstica "junto de públicos estratégicos", em parceria com escolas, autarquias, empresas ou organizações da sociedade civil.

Em comunicado, o gabinete da secretária de Estado lembra que, durante um mês, as II Jornadas contra a Violência Doméstica juntaram vários ministérios, universidades e organizações não-governamentais (ONG), em iniciativas de norte a sul do país, desde seminários, sessões em escolas ou encontros com forças de segurança ou profissionais da área da saúde.

Destaca, por outro lado, o lançamento de uma campanha de sensibilização contra todas as formas de violência contra as mulheres, no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), a visita ao centro de monitorização do Serviço de Teleassistência a Vítimas de Violência Doméstica e a atribuição da primeira edição do Prémio VIDArte -- A Arte Contra a Violência Doméstica.

A sessão de encerramento das jornadas realiza-se sábado, no Teatro Thália, nas Laranjeiras, em Lisboa, pelas 12:00.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.