Presidente da Conforlimpa detido por fraudes fiscais

O presidente da Conforlimpa, que é o sétimo maior empregador em Portugal, foi detido esta quinta-feira de manhã por suspeita de fraudes fiscais, avança a edição online do jornal Sol.

DR
País Empresa 17:39 - 11/10/12

Armando Cardoso, presidente da Conforlimpa, foi detido esta quinta-feira por suspeita de fraudes fiscais, avança a edição online do Sol. A detenção ocorreu depois de várias buscas domiciliárias e na própria empresa, que é o sétimo maior empregador do mercado português, no âmbito de um megaprocesso onde existem suspeitas de fraudes fiscais. Armando Cardoso vai agora ser submetido a um primeiro interrogatório judicial, em Lisboa.

PUB

A Conforlimpa tem como negócio os serviços de limpeza e o seu maior cliente é o sector empresarial do Estado, já que a empresa é responsável pelos serviços de limpeza em hospitais, centros de saúde, tribunais, entre outros.

O sindicato do sector já tinha denunciado que a empresa, com sede em Vila Franca de Xira, passava algumas dificuldades financeiras.

A Conforlimpa tem ainda uma equipa de atletismo masculina que ao longo dos últimos 15 anos ganhou vários títulos nacionais e europeus. Há alguns meses, a empresa tinha ameaçado terminar com a equipa.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS