Um empresário português a bordo do avião desaparecido

Um empresário português está entre os 28 passageiros do avião das Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) que se encontra desaparecido desde sexta-feira quando fazia o voo entre Maputo e Luanda, disse hoje à agência Lusa um seu amigo.

Reuters
País Linhas Aéreas de Moçambique 07:38 - 30/11/13

Segundo a mesma fonte, o empresário, que é residente na região centro de Portugal e tem negócios na área da construção civil em Angola e Moçambique, apanhou o voo para Luanda no aeroporto de Maputo na manhã de sexta-feira.

PUB

O avião da LAM está desaparecido desde sexta-feira quando sobrevoava o norte da Namíbia, numa zona perto do Botsuana e de Angola, onde se verificaram chuvas muito fortes, não existindo confirmação se se terá despenhado ou efetuado uma aterragem de emergência em qualquer local.

No voo, seguiam 28 passageiros a bordo (27 adultos e uma criança) e seis tripulantes.

Segundo a página da empresa que gere os aeroportos namibianos não aterrou qualquer avião proveniente de Moçambique.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS
ÚLTIMAS NOTÍCIAS