Michel Temer vai falar à nação após acusação formal de três crimes

Presidente do Brasil está formalmente acusado dos crimes de corrupção, obstrução à justiça e organização criminosa.

© Reuters
Mundo Brasil

O presidente do Brasil Michel Temer vai falar à nação às 18 horas (14 horas locais), depois de ter sido, segundo a Globo, formalmente acusado dos crimes de corrupção, obstrução à justiça e organização criminosa.

PUB

Estas acusações surgem na sequência da divulgação da gravação, por parte do Ministério Público, onde o atual presidente brasileiro é ouvido a autorizar a compra do silêncio de Eduardo Cunha, o ex-líder da Câmara dos Deputados, preso na sequência da Operação Lava Jato.

A gravação da conversa foi entregue à justiça brasileira por Joesley Batista, um dos donos da JBS, uma das principais empresas brasileiras do setor das carnes brasileira. Durante o seu depoimento, Joesley Batista admitiu que não foi o presidente brasileiro que determinou o pagamento do suborno a Eduardo Cunha, mas que estava a par da situação.

Michel Temer já tinha falado ao país, na passada quinta-feira, onde se recusou renunciar ao cargo de presidente, alegando que "não tinha cometido nenhum crime".

Para além de Michel Temer, também o senador e antigo candidato à presidência, Aécio Neves, está envolvido neste escândalo de corrupção, tendo a polícia efetuado buscas à sua residência e escritório do senador, tendo desde logo pedido o seu afastamento do cargo.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser