Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

ONG egípcias denunciam repressão de "dezenas de ativistas"

Seis ONG egípcias denunciaram hoje a detenção de "dezenas de ativistas" numa nova campanha de repressão desencadeada pelo regime egípcio, que desde 2013 tenta silenciar a contestação à política do presidente Abdel Fattah Khalil al-Sisi.

ONG egípcias denunciam repressão de "dezenas de ativistas"
Notícias ao Minuto

17:55 - 19/05/17 por Lusa

Mundo Direitos humanos

Entre os detidos as ONG referem-se a Sayed Mohamed al Sayed e Karim Ahmed Yusef, acusados de publicar notícias falsas que comprometem o regime e a "integridade" do sistema judicial, e incitar a protestos e à desobediência, para além de insultos ao presidente nas suas páginas do Facebook.

Mencionam ainda um membro do partido Pão e Liberdade, Mohamed Walid, detido na cidade setentrional do Suez e acusado de "sedição" e de "propagar rumores nas redes sociais contra as instituições do Estado, o exército, a polícia e o sistema judicial".

As organizações, onde se inclui a Rede árabe para a informação dos direitos humanos, também denunciam a detenção de outras 11 pessoas, todas ativas nas redes sociais, e com várias acusadas de ligações a um "grupo terrorista".

O comunicado sublinha que esta campanha coincide com uma recente proposta parlamentar apresentada pelo chefe do Comité de defesa e segurança nacional, Kamel Amer, para agravar as penas de prisão por insultos ao chefe de Estado.

As organizações apelam à sociedade civil e aos partidos políticos para se oporem às "tentativas de impor um ambiente de medo e de estabelecer um Estado policial", conclui a nota.

Al-Sisi subiu ao poder após o golpe militar de julho de 2013 que afastou o então presidente egípcio, o islamita Mohamed Morsi, o primeiro chefe de Estado eleito por sufrágio universal no país árabe.

Dezenas e milhares de pessoas foram detidas e muitos milhares mortas, condenadas à morte ou estão desaparecidas desde o golpe militar, uma situação que tem sido denunciada com insistência por diversas organizações internacionais de direitos humanos.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório