Antiga enfermeira vive no carro e come comida de cão para sobreviver

Um corte no subsídio 'atirou' Ann Cumberland-Quinn para as ruas de Cambridgeshire.

© Reprodução / Cambridge Live WS
Mundo Inglaterra

Uma antiga enfermeira britânica, de 56 anos, está a viver no carro e a comer comida de cão depois de ver o seu subsídio ser cortado, não conseguindo suportar as despesas mensais. De acordo com o Mirror, Ann Cumberland-Quinn precisa de uma scooter para pessoas com mobilidade reduzida e de muletas para conseguir deslocar-se.

PUB

Os cortes no subsídio levaram Ann a perder a sua casa por falta de pagamento, em 2015, e agora vive nas ruas de Ely, Cambridgeshire, usando o seu carro como abrigo. Em noites mais frias, a antiga profissional de saúde já foi acolhida em abrigos solidários ou mesmo em casas de pessoas que a ajudam.

Em declarações ao Cambridge News, Ann explicou que a procura de casas, mesmo que baratas, torna-se complicada pelo facto de a mulher não ter uma residência fixa. “Estou mal com tudo isto. Estou a viver no carro há um ano e meio e estou envergonhada”, frisou.

A mulher não tem família nem ninguém que a possa acolher sem tempo determinado. “Só quero um pouco de dinheiro para viver, não estou a viver, estou apenas a existir”, lamentou Ann.

Depois de ter trabalhado como enfermeira a ajudar os outros, Ann sente-se abandonada pelo sistema de segurança social do país.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser