Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2017
Tempo
19º
MIN 19º MÁX 19º

Edição

Brasil admite "reação forte" com Chile por causa de importação de carne

O ministro da Agricultura brasileiro, Baliro Maggi, advertiu hoje que o Brasil terá uma "reação forte" com o Chile se o país suspender a importação de toda a carne brasileira e não só a das 21 empresas investigadas.

Brasil admite "reação forte" com Chile por causa de importação de carne
Notícias ao Minuto

06:36 - 21/03/17 por Lusa

Mundo Baliro Maggi

Um grande escândalo envolvendo empresas brasileiras veio a público na última sexta-feira após a polícia local ter realizado uma grande operação contra companhias que supostamente subornavam funcionários públicos para vender carne ilegal e até mesmo produtos estragados.

Pelo menos 30 pessoas foram detidas na última sexta-feira, quando a polícia brasileira acabou por invadir mais de uma dúzia de unidades de processamento de carne.

"Não sei se o Chile está a falar das 21 ou do total, mas gostava que o Chile fizesse a suspensão total da importação de carne", assegurou o titular da pasta da Agricultura.

O ministro sublinhou que o Governo vai endurecer as negociações com o Chile se o país vizinho restringir "totalmente" a importação de carne brasileira e sublinhou que conta com a autorização do Presidente brasileiro, Michel Temer.

"Se tiver que ter uma reação mais forte com o Chile para proteger o mercado brasileiro vou tê-la com total tranquilidade", disse.

A carne brasileira é exportada para mais de 150 países, com mercados principais como Arábia Saudita, China, Singapura, Japão, Rússia, Holanda e Itália.

As vendas de carne de aves em 2016 atingiram 5,9 mil milhões de dólares (5,4 mil milhões de euros na cotação de hoje) e de carne bovina 4,3 mil milhões de dólares (4 mil milhões de euros), segundo dados do Governo brasileiro.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório