Sexo oral em troca de votos a Hillary? Sim, Madonna oferece

A estrela da Pop surpreendeu a plateia que a aplaudia em Nova Iorque.

© Reuters
Mundo Nova Iorque

Foi num espetáculo da comediante Amy Schumer em Nova Iorque, nos Estados Unidos, que a rainha da Pop Madonna se ofereceu para fazer sexo oral a todos aqueles que derem o seu voto a Hillary Clinton nas presidências norte-americanas.

PUB

“Se vocês votarem pela Hillary, eu faço-vos sexo oral. Ok? Eu sou bastante boa a fazê-lo. Levo o meu tempo, troco bastante olhares com a outra pessoa e até engulo”, disse a cantora sem pudor, momentos antes de chamar a comediante ao palco.

Este espetáculo de Schumer foi o primeiro depois do que a comediante fez em Tampa, nos Estados Unidos, e em que grande parte da plateia abandonou a sala pelos comentários negativos a Trump, nomeadamente quando o chamou de “orange monster”.

Numa carta que escreveu sobre o incidente, e que leu neste concerto onde Madonna esteve presente, respondeu: “Querida Tampa, tenho pena que não me queiram, uma comediante que fala sobre aquilo em que ela acredita relativamente ao grande assunto que está a acontecer agora no nosso país”.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser