Meteorologia

  • 24 JULHO 2017
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 20º

Edição

Professor rapa cabelo para evitar que aluno sofra de bullying

O professor iraniano Ali Mohammadian é já um herói nacional. O jornal The Guardian explica, esta quarta-feira, o porquê. Há cerca de um mês decidiu rapar a cabeça em solidariedade para com um aluno que, devido a uma doença rara, perdeu o cabelo e estava, por isso, a ser vítima de bullying. E toda a turma decidiu seguir-lhe o exemplo.

- Professor iraniano rapa cabelo para evitar que aluno sofra de bullying devido a doença rara

Notícias ao Minuto

10:50 - 29/01/14 por Ana Lemos

Mundo Irão

Chama-se Ali Mohammadian e além de ser professor primário em Marivan, uma cidade curda no Oeste do Irão, é também um herói nacional, conta o jornal The Guardian.

A história conta-se em poucas palavras. Depois de suspeitar que um aluno seu estava a ser vítima de bullying, depois de ter ficado sem cabelo devido a uma doença rara, Mohammadian decidiu ser solidário e rapou a cabeça. O seu nobre exemplo foi depois seguido por toda a turma.

O gesto solidário foi reconhecido pelo Presidente do Irão, Hassan Rouhani, que elogiou a atitude do professor e decidiu apoiar financeiramente o tratamento médico do aluno.

“Estou tão feliz que isso tenha tocado muitos corações. As pessoas reagiram de forma extremamente positiva”, confessa o professor, de 45 anos, ao The Guardian por telefone a partir de Marivan, revelando que agora “toda a escola quer rapar a cabeça”.

A mesma publicação conta que no início deste mês, Mohammadian postou uma foto sua na rede social Facebook explicando que o jovem de oito anos Mahan Rahimi “estava a isolar-se depois de ficar careca. O sorriso desapareceu do seu rosto e eu estava preocupado com o seu desempenho escolar. Foi por isso que pensei em rapar a cabeça para levá-lo de volta ao caminho certo”.

“Quando eu entrei no meu Facebook, no dia seguinte [à publicação], não podia acreditar que no número de pessoas que tinham gostado e partilhado o post”, diz ao The Guardian.

Além dos meios de comunicação iranianos, a história já comoveu o Mundo e a própria turma. Em apenas alguns dias, conta, os restantes 23 estudantes de Mohammadian decidiram rapar a cabeça.

Campo obrigatório