Meteorologia

  • 20 ABRIL 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Esmurrar quem aparece é a nova moda que pode levar à morte

Um jogo de violência ganha contornos preocupantes nos Estados Unidos da América. A segurança já foi reforçada em várias cidades do país, para tentar pôr fim a um jogo que consiste em deixar as pessoas inanimadas com um único murro.

Notícias ao Minuto

07:23 - 27/11/13 por Notícias Ao Minuto

Mundo Videogaleria

As imagens de jovens a atacar um desconhecido com o objectivo de o derrubar com apenas um murro, naquilo que consideram ser um jogo, ganhou visibilidade nos Estados Unidos da América, e percorreram e chocaram o Mundo.

Chamam-lhe o 'Jogo do K.O.' e consiste em derrubar uma pessoa com um único murro. As pessoas são atacadas de surpresa e o momento é registado pelos agressores e publicado, na maioria dos casos, na Internet. A situação está a preocupar as forças policiais americanas que já afirmaram que acham inaceitável que isto seja considerado um jogo.

“Isto não é um jogo, é violência pura”, afirmou um dos polícias daquele país ao USA Today.

Já Michelle Boykins, uma porta-voz do Conselho Nacional de Prevenção ao Crime, defendeu que é desconcertante que as pessoas tenham realmente a intenção de se magoarem propositadamente.

Para combater esta 'moda', já foi reforçada a vigilância policial em ruas de cidades como Nova Iorque, Brooklyn, Washington ou Filadélfia, locais onde se registaram várias ocorrências.

Embora a polícia ainda não considere que se trate de uma 'epidemia', as autoridades receiam que isso possa acontecer devido à divulgação desta prática através das redes sociais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.