Rússia aproveita recuperação para voltar a comprar dívida dos EUA

Com a crise do petróleo aparentemente controlada e as contas nacionais mais estabilizadas, o governo russo está a restabelecer as reservas financeiras.

© Reuters
Economia Mercados

Os dados divulgados esta semana pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos da America revelam que a Rússia aproveitou a recuperação recente do petróleo para recuperar grande parte das reservas de dólares, através da compra de dívida dos Estados Unidos. Recorde-se que a grande maioria dos países prefere guardar os dólares em dívida norte-americana, um dos investimentos mais estáveis do mundo.

PUB

Durante o ano passado, o governo liderado por Vladimir Putin viu-se forçado a converter grande parte das reservas em dólares e outras moedas estrangeiras em rublos, de forma a evitar que a moeda russa desvalorizasse demasiado. Agora, com o petróleo a preços que permitem um maior equilíbrio orçamental, chegou a altura da Rússia voltar a investir.

Segundo a CNN, a Rússia detém agora um total de cerca de 100 mil milhões de dólares (90 mil milhões de euros) em dívida dos Estados Unidos, um valor que fica ainda assim muito longe dos maiores detentores de Obrigações dos EUA: China e Japão, com cerca de um bilião de dólares (900 mil milhões de euros) cada.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser