Meteorologia

  • 21 JULHO 2017
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

Resultados da Sonae no 1.º trimestre são "muito bom arranque do ano"

O administrador da Sonae Luís Reis disse hoje à Lusa que os resultados do grupo no primeiro trimestre são "um muito bom arranque do ano" e destacou a presença das marcas de retalho em 90 países, que considerou um "feito bastante assinalável".

Resultados da Sonae no 1.º trimestre são "muito bom arranque do ano"
Notícias ao Minuto

20:13 - 18/05/17 por Lusa

Economia Luís Reis

No primeiro trimestre deste ano, o volume de negócios da Sonae subiu 6% para 1.278 milhões de euros e o 'underlying' EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações), que corresponde à rentabilidade dos negócios totalmente controlados pelo grupo, cresceu 12,7% para 49 milhões de euros.

O "chief corporate center officer' (CCCO) da Sonae destacou o crescimento de 6% das vendas no primeiro trimestre, que normalmente é o período mais fraco e que este ano, relativamente a igual período de 2016, não incluiu o fim de semana da Páscoa, e o aumento da rentabilidade operacional.

Estes resultados são um "muito bom arranque do ano" para a Sonae, considerou.

No final de março, as marcas de retalho da Sonae chegaram a 90 países, o que "é muito relevante" e representa "um feito bastante assinalável", sublinhou o responsável.

Segundo o administrador, "ainda há muito espaço para crescer, quer no alargamento de geografias, quer no aumento das vendas dentro dos países" onde o grupo está presente.

Luís Reis destacou também "a aposta contínua na área da saúde e bem estar", com a conclusão hoje das compras da BRIO e Go Natural, onde a Sonae "quer continuar a aumentar a oferta".

"Esta aposta na área da saúde e bem estar vai ser ainda mais reforçada", afirmou Luís Reis.

O administrador destacou também o Cartão Universo do grupo, lançado há ano e meio, que conta com 460.000 ativos, considerando que será "o único cartão de crédito de marca única existente em Portugal a ter uma adesão crescente".

Nos primeiros três meses do ano, a Sonae criou mais de 1.500 postos de trabalho, muitos deles resultantes da "integração de algumas empresas.

"Não se pode crescer em vendas, rentabilidade e investimento sem contratar pessoas", sublinhou.

O lucro da Sonae atingiu os oito milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, montante que não é comparável com o resultado líquido de igual período do ano passado, divulgou hoje o grupo.

No ano passado, o lucro ascendeu a 30 milhões de euros e incluía itens não recorrentes de 62 milhões de euros.

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório