AO MINUTO
topo

Estratégia Cortes nas despesas com pensões e salários devem voltar já em 2014

O Governo quer repor já no próximo ano os cortes nas despesas públicas com pensões e salários na Função Pública, escreve o Público, que adianta que no Documento de Estratégia Orçamental, a despesa prevista com pensões e salários para 2014 regressa ao nível de 2012, ano em que os subsídios de férias e de Natal não foram pagos.
Economia
Cortes nas despesas com pensões e salários devem voltar já em 2014 Cortes nas despesas com pensões e salários devem voltar já em 2014 Cortes nas despesas com pensões e salários devem voltar já em 2014
DR

Os cortes nas despesas do Estado com pensões e salários devem regressar e já em 2014. De acordo com o Público, a despesa prevista para o próximo ano no DEO com pensões e salários volta ao nível de 2012, ano que os subsídios de Natal e de férias não foram pagos.

PUB

O jornal recorda que a despesa pública com salários da Função Pública, foi, em 2012, equivalente a 9,9% do PIB, ano que os funcionários do Estado, além do corte entre 3,5% e 10% nos salários superiores a 1.500 euros, ficaram sem o subsídio de férias e de Natal.

Já este ano, com a reposição logo à partida do subsídio de Natal e agora do subsídio de férias depois do chumbo do Tribunal Constitucional, a despesa sobe para 10,6% do PIB.

Contudo, de acordo com o Público, será ‘sol de pouca dura’, uma vez que o Governo quer repor muito rapidamente o corte inicial. Assim, e segundo o DEO, Em 2014, as despesas com os salários da Função Pública regressam para 9,9% do PIB em 2014.

Regras de conduta dos comentários
PUB
Os principais destaques todos os dias no seu email.
Preencha correctamente o seu Email.
PUB
PUB