Meteorologia

  • 23 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Regresso aos mercados mantém taxas negativas, mas não tanto

Dados da Bloomberg mostram que Portugal continua a financiar-se com custos abaixo de zero nas maturidades mais custas. Ainda assim, o leilão de hoje trouxe custos ligeiramente superiores ao último comparável.

Regresso aos mercados mantém taxas negativas, mas não tanto
Notícias ao Minuto

10:59 - 19/10/16 por Bruno Mourão

Economia Emissão

Boas notícias para Portugal na emissão de dívida organizada esta manhã pela Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública: o Estado conseguiu manter as taxas negativas na dívida a três meses, ainda que o resultado final não tenha sido tão animador como na emissão de agosto.

O IGCP vendeu 350 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a três meses, com uma taxa que segundo a Bloomberg ficou numa média de -0,012%, com uma procura que foi mais de três vezes superior à oferta.

A 11 meses, os Bilhetes do Tesouro ficaram ligeiramente mais baratos para o Estado (juros de 0,006% contra 0,146% da última emissão comparável), tendo sido vendido um total de 900 milhões de euros com procura quase duas vezes superior à oferta.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública conseguiu vender o valor previsto de 1,25 mil milhões de euros e a dois dias da importantíssima revisão do rating soberano pela DBRS, os investidores não deram qualquer sinal de tensão ou preocupação.

[Notícia atualizada às 11h30]

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório