AO MINUTO
topo
Quanto tempo é que deve esperar pelo amor da sua vida? por: Vippy.tv

Decisão Estado obrigado a pagar retroactivos e subsídios de férias

O Tribunal Constitucional revelou esta sexta-feira que as quatro normas do Orçamento do Estado declaradas inconstitucionais “perdem a sua eficácia a partir de 1 de Janeiro”. Quer isto dizer que o Governo será obrigado a pagar os subsídios de férias ao funcionários públicos e aos pensionistas e retroactivos no caso dos subsídios de doença e de desemprego.
Economia
Estado obrigado a pagar retroactivos e subsídios de férias Estado obrigado a pagar retroactivos e subsídios de férias Estado obrigado a pagar retroactivos e subsídios de férias
DR

O presidente do Tribunal Constitucional, Joaquim Sousa Ribeiro, explicou hoje que a decisão relativa aos quatro artigos do Orçamento declarados inconstitucionais tem efeitos retroactivos. 

PUB

“As normas perdem a sua eficácia a partir de 1 de Janeiro”, disse o juiz conselheiro aos jornalistas depois da leitura do acórdão.

Assim sendo, o Governo será obrigado a pagar retroactivos no caso dos subsídios de desemprego e de doença, tendo também de pagar os subsídios de desemprego aos funcionários públicos e pensionistas este ano.

Recorde-se que, entre as nove normas que foram enviadas para fiscalização sucessiva, quatro foram declaradas inconstitucionais. O Palácio Ratton chumbou o corte do subsídio de férias na Função Pública, o corte do subsídio de férias dos pensionistas e também o corte de 6% do subsídio de desemprego e de 5% do subsídio de doença.

O anúncio de hoje acaba com três meses de suspense, na sequência de requerimentos do Presidente da República, de deputados e do Provedor de Justiça.

Regras de conduta dos comentários
12:44 - 22 de Outubro de 2014
Artigo patrocinado por Dacia
PUB
Os principais destaques todos os dias no seu email.
Preencha correctamente o seu Email.
PUB
PUB
RECOMENDAMOS PARA SI Constitucional decide após pedidos de Cavaco, Provedor e deputados