Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

"Riscos financeiros não estão descontados nos mercados"

Economista diz que liquidez excessiva pode estar a criar uma ‘bolha’ nas bolsas. Fundadora da G+ Economics avisa que risco está a aumentar e salienta a importância dos analistas financeiros na proteção dos investidores.

"Riscos financeiros não estão descontados nos mercados"
Notícias ao Minuto

08:08 - 11/06/15 por Notícias ao Minuto 

Economia Lena Komileva

As bolsas mundiais estão a ficar cada vez mais perigosas para os privados. Esta é a opinião de Lena Komileva, analista financeira do grupo G+ Economics que, numa entrevista ao Jornal de Negócios, dá conta de uma “situação insustentável”, principalmente nos mercados de dívida pública europeia: “A dívida em relação ao PIB está a aumentar e os juros estão a descer para níveis completamente irracionais”.

“Mais cedo ou mais tarde, os juros vão ter de subir para níveis mais próximos dos fundamentais”, afirma a economista, dando como exemplo o ajustamento das taxas das Obrigações alemã nas últimas semanas.

Lena Komileva afirma que “muitos dos riscos financeiros a nível global ainda não estão descontados nos mercados acionistas”, graças a uma liquidez excessiva proporcionada pela intervenção dos bancos centrais. “Isto levou os mercados a subavaliarem o risco e a volatilidade e isso criou bolhas nos mercados”, destaca a fundadora da G+ Economics, em entrevista ao Jornal de Negócios.

A economista avisa que os investidores “têm de se relembrar que os mercados são arriscados” e destaca a importância dos especialistas no processo de troca de títulos. “É este o ponto: os analistas financeiros porem os clientes em primeiro lugar”, conclui Lena Komileva.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório