Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 1º MÁX 5º

Edição

Recorde de empresas portuguesas em feira internacional é "luta pela sobrevivência"

A presença recorde de empresas portuguesas de decoração de interiores na feira internacional 'Maison & Objet', que arrancou esta sexta-feira em Paris, é "magnífica", mas ilustra um sector que "luta pela sobrevivência" num mercado nacional estagnado, alerta a Associação das Indústrias de Mobiliário.

Recorde de empresas portuguesas em feira internacional é "luta pela sobrevivência"
Notícias ao Minuto

17:15 - 18/01/13 por Lusa

Economia Decoração

75 empresas portuguesas - mais 20 do que em 2012 - participam, até terça-feira, na feira internacional 'Maison & Objet', que é considerada o principal evento internacional na área da decoração de interiores.

Em declarações à agência Lusa, o secretário-geral da Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins (APIMA), Hugo Vieira, afirmou que a evolução da presença portuguesa neste certame é "magnífica" e "traduz bem o que o tecido empresarial português está a fazer lá fora", mas lembrou que estes "primeiros passos na internacionalização" são também o espelho de um sector "a lutar pela sobrevivência".

"Estamos a falar sobretudo de micro e pequenas empresas. Este sector estava até há bem pouco tempo muito dependente do mercado doméstico, sobretudo da construção civil e do imobiliário, para o qual a crise em 2009 foi extremamente dramática. As vendas começaram a cair de forma abrupta, o impacto começou a traduzir-se mais em 2011 e 2012, e foi nessa altura que este sector começou a apostar de forma mais vincada na internacionalização", explicou.

Neste sentido, embora a APIMA registe "com agrado que as vendas tenham vindo a aumentar em termos de exportações", não deixa de sublinhar que "as empresas ainda não conseguiram compensar a quebra de facturação que tiveram nestes últimos três anos".

Durante toda a manhã de hoje e até ao início da tarde, o secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Oliveira, visitou os expositores das empresas portuguesas.

À Lusa, afirmou que leva para Lisboa "uma impressão muito positiva": a receptividade aos produtos portugueses, ouviu, "é enorme", e "o volume de exportação de muitas destas empresas está a aumentar".

"As empresas têm perfeitamente dentro da sua estratégia a importância de aumentarem exportações, de se internacionalizarem. Só dessa forma é que o país vai sair da situação complexa e difícil em que se encontra. Vermos aqui empresários com esta motivação, a fazerem investimentos num momento difícil, mas com a certeza de que vão vencer, é fundamental, e é um excelente exemplo para outras empresas portuguesas", disse.

Hugo Vieira lembra, contudo, que a internacionalização será para as empresas portuguesas um caminho difícil e longo: "Estamos a tentar afirmar-nos e impor-nos nos mercados externos. Isso é um feito muito, muito significativo, mas também muito moroso, muito custoso. Portugal não é, de uma forma generalizada, reconhecido como um produtor na área do mobiliário, salvo excepções de mercados tradicionais, como a França, Angola e Espanha", acrescentou.

Entre as batalhas que as empresas portuguesas deste sector têm pela frente, Hugo Vieira destaca o transporte de mercadorias: "Nós estamos na periferia da Europa, não somos competitivos em termos de transportes. O transporte pode encarecer o preço do produto em entre 10 e 15 por cento para o mercado francês, por exemplo", disse.

O secretário de Estado, que, durante a visita, ouviu detalhes sobre a história de cada empresa, anotou esta e outras dificuldades, como "o custo da energia" ou "o desafio de conseguir produzir mais em Portugal". Nenhuma delas nova, contudo. Estes problemas, diz, estavam já identificados pelo Governo e são matéria de trabalho.

De acordo com a APIMA, expor na 'Maison & Objet' pode custar a cada empresa entre 30 e 50 mil euros. Este investimento foi comparticipado em 75% pelo COMPETE - Programa Operacional Factores de Competitividade, integrado no Quadro de Referência Estratégica Nacional.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório