Meteorologia

  • 27 JUNHO 2017
Tempo
21º
MIN 21º MÁX 21º

Edição

Brisa pagou meio milhão a amigo de assessor de Sócrates

Domingos Barros, mandatário de Artur Penedos, antigo assessor de José Sócrates, à Câmara de Paredes, recebeu em 2009 da concessionária do Estado, Auto-estradas Douro Litoral (AEDL) representada pela Brisa, mais de 5000% do valor inicialmente acordado pela expropriação de um terreno, conta o Jornal de Notícias (JN), esta segunda-feira.

Brisa pagou meio milhão a amigo de assessor de Sócrates
Notícias ao Minuto

07:25 - 07/01/13 por Notícias Ao Minuto

Economia Negócio

O dono da Fibromade, empresa de madeiras do concelho de Paredes, Domingos Barros, viu em 2009 a concessionária AEDL expropriar-lhe 953 metros quadrados de um terreno da sua fábrica para alargar o nó da A41 (Circular Regional Exterior do Porto) com a A4 (auto-estrada de Trás-os-Montes e Alto Douro).

Em Fevereiro de 2009, todos os proprietários foram notificados da expropriação “urgente”. A proposta amigável apresentada a Domingos Barros foi de 9.600 euros, que incluía “a valorização de todas as benfeitorias e árvores existentes na parcela”, segundo uma carta da Brisa, acrescenta o JN.

Os valores propostos aos restantes proprietários de terrenos foram aproximados, sendo que alguns recusaram, mostrando-se indignados com a oferta de dois euros por metro quadrado e avançaram com processos judiciais, conseguindo assim um valor máximo de 60 euros, revelam vários proprietários ao JN.

Mas, os advogados de Domingos Barros firmaram um acordo com a AEDL no valor de 500 mil euros, ou seja, 5108% do valor da proposta inicial (9.600 euros). Acrescenta o jornal que, o pagamento coincidiu com as eleições em que o dono da Fibromade foi mandatário de Artur Penedos (antigo assessor de José Sócrates) pelo PS, e cujas despesas de campanha Domingos Barros admite ter financiado.

Ao JN, o dono da Fibromade recusa ter pedido ajuda a Artur Penedos e ter sido favorecido no negócio com a Brisa, salientando os prejuízos avultados que a destruição da estrutura da sua empresa iria implicar. Também contactado pelo jornal, Artur Penedos negou qualquer interferência.

[Notícia corrigida: substituição de A1 por A41]

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório