Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2017
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Banco de Portugal não vai reagir à divulgação da ata sobre o BES

O Banco de Portugal não vai fazer ?qualquer diligência? em relação à divulgação da ata da reunião extraordinária do seu conselho de administração por parte do escritório de advogados Miguel Reis & Associados, garantiu uma fonte do regulador ao Jornal de Negócios.

Banco de Portugal não vai reagir à divulgação da ata sobre o BES
Notícias ao Minuto

18:40 - 13/08/14 por Notícias Ao Minuto

Economia Miguel Reis & Associados

A 8 de agosto, cinco dias depois do anúncio de Carlos Costa sobre a solução encontrada para a crise no Banco Espírito Santo (BES), o escritório de advogados Miguel Reis & Associados divulgou, na sua newsletter, a ata da reunião extraordinária do conselho de administração do Banco de Portugal.

Esta quarta-feira, o Jornal de Negócios dá conta de que o regulador nada vai fazer em relação ao sucedido, depois de ouvir uma fonte oficial que garantiu que “o Banco de Portugal não fará qualquer diligência".

A Miguel Reis & Associados justificou a publicação do documento com a prestação de um serviço público, uma vez que neste eram divulgados dados que até aí não eram conhecidos, nomeadamente o facto de o Banco Central Europeu ter obrigado o BES a reembolsar o dinheiro que tinha pedido, cerca de 10 mil milhões de euros, no máximo até ao dia seguinte.

Contudo, o regulador reage dizendo que “a deliberação do dia 3 de Agosto foi notificada e certificada, de imediato e nos termos legais, às partes diretamente interessadas e o registo comercial foi promovido pelo Novo Banco, de acordo com a lei geral", pelo que estas não ficaram a conhecer quaisquer dados através da divulgação da ata pelo escritório de advogados.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório