Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 18º

Edição

Estimado crescimento de turistas portugueses este ano

O presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT) disse à agência Lusa ter "expectativas positivas" em relação ao turismo português durante este ano, que estima que regresse ao crescimento.

Estimado crescimento de turistas portugueses este ano
Notícias ao Minuto

09:59 - 02/07/14 por Lusa

Economia Agências

Questionado sobre as expectativas em relação às férias dos portugueses em 2014, Pedro Costa Ferreira disse que as previsões são "claramente positivas".

Isto porque "os operadores turísticos portugueses, na altura da Páscoa", registaram um "crescimento de dois dígitos e "fica a ideia, com tudo o que se sabe até à data, que vai haver crescimento, finalmente", adiantou o presidente da APAVT, que falava à Lusa durante o voo inaugural da TAP entre Lisboa e Bogotá, que teve lugar na terça-feira.

Pedro Costa Ferreira integra a comitiva liderada pelo secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, que inclui o presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo.

"Este ano, a Páscoa deu sérias indicações de que podemos estar a iniciar um crescimento e os períodos de reservas antecipadas para o verão indiciam exatamente isso: os portugueses estão com vontade de viajar mais, provavelmente os níveis de confiança estão a permitir que haja mais consumo", salientou.

Costa Ferreira adiantou que "agora resta apenas consolidar a ideia inicial [de crescimento]".

"É certo que ela não está totalmente adquirida, existem algumas decisões do Tribunal Constitucional que podem ainda introduzir alguma instabilidade e alguma dúvida relativamente à capacidade do país progredir" em termos macroeconómicos, considerou.

No entanto, "se todas estas pequenas dúvidas forem vencidas, creio que este ano teremos os portugueses a passarem mais férias do que no passado", declarou.

Sobre os destinos que os portugueses estão a escolher para passar as férias de verão, Pedro Costa Ferreira destacou que este ano não haverá "diferenças relativamente ao anterior", mas sim em termos de crescimento, explicando que "o turismo interno é aquele que lidera, depois as zonas de proximidade, a Espanha, as ilhas espanholas".

Em destaque está também Cabo Verde, cuja preferência que tem vindo a crescer e que irá "manter-se como um destino muito importante".

"Se formos progredindo para o longo curso, temos as Caraíbas, o Brasil e, eventualmente, teremos aqui algumas novidades, estamos a bordo do primeiro voo para Bogotá, com certeza que são outros destinos que se abrem à perspectiva dos portugueses e que podem ter aqui alguma visibilidade", admitiu.

Costa Ferreira deu como exemplo o caso de Miami, que "ganhou muito com as novas rotas da TAP e já tem uma visibilidade importante".

Em relação ao congresso da associação alemã DRV -- Deutscher ReiserVerband, que vai decorrer em Portugal em novembro de 2015 e que integra operadores turísticos alemães, Pedro Costa Ferreira explicou que o evento vai trazer "entre 800 a 1.000 agentes de viagens" a Lisboa.

"É um evento claramente disputado em todo o mundo", decorrendo este ano em Abu Dhabi.

O presidente da APAVT destacou o facto de todos os 'stakeholders' da cadeia de valor do turismo terem atuado em conjunto para que Portugal ganhasse este evento.

"O mercado alemão é um dos principais emissores" de turistas alemães para Portugal e estes preferem recorrer às agências de viagens para comprar pacotes de férias, explicou.

De acordo com o presidente da APAVT, mais de 80% dos pacotes de férias para Portugal são vendidos por agências de viagens na Alemanha, daí também a importância da realização do evento no país.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório