AO MINUTO
topo
A prova de motas no Porto que está a correr mundo! por: Vippy.tv

Salário Sindicato quer aumento de 30 euros mensais para Transdev

Os trabalhadores das empresas rodoviárias do grupo francês Transdev irão elaborar um caderno reivindicativo, no qual propõem um aumento salarial de 30 euros mensais, informou hoje, em Coimbra, o coordenador da Federação do Sindicato de Transportes (FECTRANS).
Economia
Sindicato quer aumento de 30 euros mensais para Transdev Sindicato quer aumento de 30 euros mensais para Transdev Sindicato quer aumento de 30 euros mensais para Transdev
Lusa

"A estrutura sindical vai desenvolver reuniões com trabalhadores das empresas da Transdev para se criar um caderno reivindicativo igual para todo o grupo", disse José Manuel Oliveira, coordenador da FECTRANS, à margem da reunião que decorreu hoje de manhã entre sindicato e representantes de trabalhadores.

PUB

"O grupo tem dimensão internacional e, portanto, terá suporte para inverter a situação dos salários baixos", considerou o sindicalista.

Para além do aumento salarial de 30 euros mensais, será também reivindicada "a contratação coletiva como fator que define as regras de negociação de relações de trabalho", afirmou José Manuel Oliveira.

Na discussão do caderno reivindicativo, será apresentada a "proposta de um contrato coletivo comum para todas as empresas da Transdev em Portugal", adiantou.

"Tem de haver o mesmo tipo de regras para as empresas que operam em Braga, Coimbra ou Castelo Branco", defendeu o dirigente.

José Manuel Oliveira verificou que, enquanto umas empresas "aplicam a contratação coletiva", outras "admitem trabalhadores com contratos individuais".

No caderno reivindicativo, também poderá ser exigido "o esclarecimento" da estratégia da empresa para Portugal, que "é uma preocupação dos trabalhadores", concluiu.

Regras de conduta dos comentários
PUB
Os principais destaques todos os dias no seu email.
Preencha correctamente o seu Email.
PUB
PUB
RECOMENDAMOS PARA SI Jovens deviam experimentar viver sozinhas. Saiba porquê